Quando Rui Vitória «roubou» a Taça de Jorge Jesus
Foto: «ojogo.pt»

Quando Rui Vitória «roubou» a Taça de Jorge Jesus

Este Sábado, Rui Vitória e Jorge Jesus reencontram-se na prova da Taça de Portugal, depois da final ganha pelo actual técnico da Luz, em 2013.

maraguerra
Mara Guerra

Quis o sorteio, que Sporting e Benfica se defrontassem tão cedo, no caminho da Taça de Portugal, aumentando os níveis da intensa rivalidade entre emblemas, confrontados já por um trio de vezes, numa época ainda a meses de terminar. E se a intensidade se mede em resultados, mede-se também na responsabilidade dos mestres nas suas equipas. Jorge Jesus e Rui Vitória, mais carismáticos que nunca na temporada que agora decorre, têm um passado de embates que os persegue, alheio ao clube onde actualmente assentam. Assim, e embora o treinador leonino seja felizardo na dupla de jogos anteriores frente ao seu anterior comando, o actual orquestrador da Luz já provou ao seu par o sucesso na Taça de Portugal.

Recuamos à época de 2012/2013 para recuperar o encontro entre os dois treinadores, na final da Taça de Portugal. Entre um Jesus que envergava o encarnado e um Vitória que representava a cidade-berço, foi feliz o menos favorito, na vitória do Vitória de Guimarães. 1-2 foi o resultado final, a 26 de Maio de 2013, na casa da Taça, o velho Jamor. E se o troféu fez consolidar a carreira do técnico menos experiente na 1ª divisão, a perda deste foi o acentuar da pior época de Jorge Jesus ao serviço do Benfica, que ajoelhou no Dragão e baixou a cabeça na final da Liga Europa.

Nico Gaitán inaugurou o marcador à meia-hora de jogo, colocando o Benfica na vantagem que acabaria por perder no segundo tempo. Em dois minutos, no cair do pano, Ricardo e Soudani ofereceram a Taça ao Vitória de Guimarães e Rui Vitória contou com a sua primeira como troféu pessoal. Para repetir a façanha, agora de encarnado, é agora preciso reencontrar e voltar a vencer Jesus. 

VAVEL Logo