Académica aflita sonha com milagre na Luz lembrando 2008, 2009 e 2010

Académica aflita sonha com milagre na Luz lembrando 2008, 2009 e 2010

Jogo de aflitos para a Académica, que procura fugir da despromoção, jogo de pressão para o Benfica, que não pode dar-se ao luxo de perder mais pontos na perseguição aos rivais. Esta noite, na Luz, o Benfica busca dar seguimento ao bom resultado atingido em Braga.

vavel
VAVEL

O Benfica recebe esta noite a Académica na abertura da jornada 12 da Liga NOS e, frente-a-frente estarão duas equipas em pólos distintos, não só quanto à forma desportiva como também quanto ao momento psíquico que cada uma atravessa - o Benfica, favorito à vitória, vem da consagração do apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões e de um triunfo suado mas saboroso frente ao SC Braga, enquanto a Académica segue na cauda da classificação, com apenas 7 pontos.

Académica aflita, Benfica pressionado 

A equipa de Coimbra apenas venceu por uma única vez neste campeonato e tarda em sprintar para longe dos lugares de despromoção, tendo já sofrido uma chicotada psicológica (Gouveia veio substituir José Viterbo) e estando ainda a debater-se contra a sua própria inconsistência crónica. Já o Benfica, apesar de estar longe da liderança, vive dias mais tranquilos, garantidos pelo positivo triunfo na Pedreira, onde, em 2015/2016, ainda nenhum clube vencera. Ainda assim, a pressão está, por inteiro, nos ombros encarnados: um escorregão pode implicar tornar o título numa miragem ainda maior.

Posto isto, nenhuma das equipas - apesar de envergarem estatutos bem diferentes - estão proibídas de relaxar durante os 90 minutos, podendo, qualquer desconcentração, custar bem caro, quer à luta pela despromoção da Académica quer à perseguição do Benfica sobre os rivais directos. Se ao Benfica compete dominar um adversário teoricamente mais frágil, à Académica pede-se brio para contra-atacar a dominância das Águias e, quem sabe, fazer sonhar os adeptos com resultados históricos de 2008, 2009 e 2010.

Académica apostada em copiar História feita desde 2008

Em partidas do campeonato nacional, a Académica apenas tinha vencido o Benfica no reduto encarnado por uma vez antes de 2008, no ano do famoso e histórico 0-3 imposto pela formação da Briosa (orientada por Domingos Paciência) diante de um Benfica débil (orientado por Chalana). Foi em 1954, por 1-2, com golos de Gil e André. Depois do 0-3 que espantou a Luz e fez brilhar a Académica (golos de Miguel Pedro, Berger e Luís Aguiar), a Académica voltou a ganhar em 2009 (0-1, cortesia de Tiero) contra o Benfica de Quique Flores e em 2010 contra as Águias de Jorge Jesus (1-2).

Onzes previstos para o Benfica x Académica

VAVEL Logo