1-0, MIN.12, MARCANO (A.G.); 2-0, MIN.52, WILLIAN
FC Porto perde em Londres e está fora da Liga dos Campeões

FC Porto perde em Londres e está fora da Liga dos Campeões

Não houve história a ser feita na capital inglesa e o Futebol Clube do Porto já não mora na Liga dos Campeões. Derrota por duas bolas a zero frente ao Chelsea de José Mourinho que conquista o primeiro lugar do grupo G. Os azuis e brancos seguem para a Liga Europa.

leandro-dinis
Leandro Dinis

O Futebol Clube do Porto não se superiorizou esta noite em Stramford Bridge e, juntando à vitória do Dínamo Kiev frente ao Maccabi Tel-Aviv vê-se afastado da prova mais importante da UEFAJulen Lopetegui apresentou várias novidades no «onze» portista. André André foi baixa de última hora, Rúben NevesAboubakar saíram do 'onze' para a entrada de Marcano, Danilo e Imbula, mudando inclusive o sistema tático.

Primeira-parte 'blue'

A surpresa tática apresentada pelo técnico basco não surtiu efeito nos primeiros 45 minutos. Meio-campo demasiado musculado com poucas oportunidades de se soltar, com Danilo e Imbula a estarem constantemente preocupados com o processo defensivo . Herrera ainda não apareceu em jogo e todas as investidas do ataque azul e branco saíram sem perigo. CoronaBrahimi apareceram sempre desapoiados no ataque portista sendo facilmente dominados pela defesa londrina.

Minuto doze da partida e já o Chelsea vencia. Diego Costa é lançado em profundidade por Hazard, passa por Marcano atirando contra o corpo de Casillas. Por infelicidade, a bola sai disparada em direção do peito de Marcano acabando dentro da baliza portista. Maicon em grande esforço quase consegue o corte. Com total controlo dos acontecimentos a equipa de José Mourinho não 'tremeu' e foi em vantagem para o intervalo.

Mais do mesmo no segundo tempo

Com surpresa, Júlen Lopetegui não mexeu na equipa ao descanso. Mesmo sem ideias e com um vazio no ataque, o técnico dos 'dragões' decidiu manter o mesmo 'onze' que entrou de início. Sem sucesso. Novamente o Chelsea a marcar cedo numa das partes e a vida do FC Porto cada vez mais complicada visto que, na mesma altura, o Dínamo de Kiev vencia o Maccabi Tel-Aviv, colocando os homens da Invicta fora da Champions.

Willian, melhor elemento dos 'blues' em toda época foi o autor do segundo golo. Servido por Hazard, o brasileiro atirou forte e colocado, não dando o mínimo de hipóteses a Casillas. Foi o quarto golo do número 22 na competição.

Sem margem de espera, Lopetegui mexeu de imediato retirando Maxi Pereira e Imbula para as entradas de Rúben Neves e Aboubakar. A equipa tentou ganhar aval ofensivo mas sempre inconsequente. Sectores sem ligação e cansaço físico notório, numa exibição pobre e sem cor quando se exigia o tudo ou nada dos jogadores. Brahimi ainda tentou dar ânimo mas o todo azul e branco não estava. Sozinho não há quem ganhe jogos. De ataques sem perigo do FC Porto e desperdício 'blue' se aproximou o final do encontro e a certeza que só um golo de última hora, na Ucrânia, daria a passagem aos portistas para os oitavos-de-final da Liga Milionária. Tal não aconteceu.

FC Porto na Liga Europa

As contas são para se fazer no final e todo o somatório dita que o Futebol Clube do Porto vai para a Liga Europa. Depois de um início muito interessante na competição, batendo inclusive o Chelsea, os homens orientados por Lopetegui não deram seguimento a um apuramento bem encaminhado. Derrota caseira, no mínimo, constrangedora frente ao Dínamo Kiev pôs tudo em risco, ditando a obrigação de pontuar em Londres ou dos ucranianos não vencerem na última jornada. A equipa ucraniana não facilitou e a falta de 'estaleca' azul e branca a juntar à maior qualidade dos 'blues' sentenciou o percurso portista. Chelsea em primeiro, Dínamo em segundo e uma Liga Europa para o Futebol Clube do Porto atacar ao longo da época!

VAVEL Logo
CHAT