1-0, Pedro Santos (pen) 7´
Braga vence Rio Ave e aproxima-se do Jamor
Pedro Santos fez de penalty o único golo da partida (Foto: Facebook Oficial Sporting Clube de Braga)

Braga vence Rio Ave e aproxima-se do Jamor

O Sporting de Braga recebeu e venceu o Rio Ave por 1-0, em partida relativa à primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. Pedro Santos fez o golo que coloca os minhotos em vantagem na eliminatória. As decisões ficam guardadas para a segunda mão em Vila do Conde

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes

Sporting de Braga e Rio Ave disputam, pela terceira vez consecutiva, as meias-finais da Taça de Portugal. Para o encontro de Braga, Paulo Fonseca fez algumas alterações relativamente ao último jogo do campeonato; para o onze entraram, para além do guardião Matheus, ainda Ricardo Ferreira, Goiano, Pedro Santos, Rafa e Hassan. Menos alterações fez Pedro Martins no Rio Ave, fazendo entrar Edimar para o lugar de Pedrinho.

Primeiro golpe para os guerreiros

A partida não podia ter começado da melhor maneira para os bracarenses; sete minutos de jogo e um cruzamento de Hassan encontra a mão de Marcelo, o árbitro Bruno Paixão não teve dúvidas e assinalou uma grande penalidade que Pedro Santos converteu no primeiro da partida.

Foto: Facebook Oficial Sporting Clube de Braga
Foto: Facebook Oficial Sporting Clube de Braga

Daí para a frente a primeira parte confirmou as expectativas: jogo de alta intensidade e equilíbrio, com ambas as equipas a ameaçarem o golo. Aos 23 minutos, Rafa disparou forte para boa defesa de Cássio, respondeu de pronto o Rio Ave com Ukra a obrigar Matheus a aplicar-se. O extremo dos vila-condenses obrigou o guardião bracarense a aplicar-se novamente aos 38 minutos na cobrança de um livre, isto depois de Stojiljkovic ter rematado perto do poste dos rio-avistas. Assim o primeiro tempo terminava, marcado pelo equilíbrio e entrega de ambas as equipas na busca do golo.

Foto: Facebook Oficial Sporting Clube de Braga

Maldito intervalo

Tal como no primeiro tempo, os minutos iniciais da etapa complementar também não foram felizes para o Rio Ave, desta vez foi o lateral Lionn que teve de sair devido a lesão, substituído por Pedrinho. De resto, na segunda parte a partida caiu de qualidade, sendo escassas (para não dizer inexistentes) as oportunidades junto das balizas.

Ao contrário do primeiro tempo, foi o Sporting de Braga a tomar as rédeas da partida, não permitindo qualquer veleidade ofensiva aos visitantes que não passavam da intenção. Todavia, os próprios bracarenses também não ameaçaram de sobremaneira a baliza de Cássio; livres contra a barreira e cruzamentos interceptados foi o melhor que os minhotos conseguiram do segundo tempo, à semelhança do seu adversário.

Sporting Braga's Montenegrin midfielder Nikola Vukcevic (L) vies with Rio Ave's Belgian forward Joris Kayembe (C) during the Portuguese Cup semifinal football match SC Braga - Rio Ave FC at the Braga City stadium in Braga on February 4, 2016. AFP PHOTO/ FRANCISCO LEONG / AFP / FRANCISCO LEONG
AFP Photo/ Francisco Leong

Assim, o resultado não sofreu mais qualquer alteração, permitindo ao Sporting de Braga levar uma magra vantagem de um golo para a partida da segunda mão em Vila do Conde. A porta do Jamor está assim aberta para ambas as equipas, veremos quem dá o passo final.

VAVEL Logo
CHAT