NBA: Warriors vencem Suns, Boston derrota Clippers após prolongamento
(Foto:http://wp.clicrbs.com.br)

Foi uma noite de emoções a todos os níveis aquela que se viveu na última madrugada no TD Garden, em Boston onde os Celtics terceiros na Conferência Este, receberam os LA Clippers, quartos na Conferência Oeste. O encontro marcava desde logo o regresso de Paul Pierce, Jamal Crawford e do técnico Doc Rivers a um recinto, onde se sagraram campeões na temporada de 2007-2008. A formação de LA continua sem poder contar com o lesionado Blake Griffin, mas como de costume teve no base Chris Paul a sua figura maior ao marcar 35 pontos e 13 assistências.

De resto os bases estiveram ao melhor nível já que no lado de Boston o pequenino Isaiah Thomas, não quis ficar atrás e fez 36 pontos e 11 assistências. A partida foi marcada pelo equilíbrio e o primeiro período terminou com os visitantes em vantagem por 37-33, mas os Celtics reagiram e ao intervalo chegaram na frente por 71-64. Na segunda parte as equipas continuavam equiparadas, mas os comandados de Brad Stevens permaneciam na liderança à entrada do último período, mas foi nessa altura que Chris Paul pegou no jogo e a reviravolta foi consumada.

A trinta segundos do fim os Clippers venciam por 122-120, mas um ataque falhado permitiu aos Celtics igualar a partida por intermédio de Isaiah Thomas a cinco segundos do final. Chris Paul ainda teve oportunidade de evitar o prolongamento, mas o lançamento saiu gorado e foi necessário jogar mais cinco minutos. Aí os Clippers entraram melhor com J.J Redick a conseguir um triplo com falta dando logo uma vantagem de quatro pontos. Só que Boston não se deixou abater e deu mesmo a volta ao placar, acabando por vencer por 139-134.

Quem continua imparável são os campeões Golden State Warriors, que foram até Phoenix derrotar os Suns por 104-112. Os splash brothers que é como quem diz Stephen Curry e Klay Thompson estiveram de novo em bom plano, com o MVP da última temporada a ser o melhor marcador do encontro com 26 pontos, mais dois que o seu «irmão» Klay. Um jogo que teve um momento insólito logo no primeiro período, quando num timeout Markieff Morris e Archie Goodwin dos Suns quase chegavam a vias de facto no banco de suplentes, tendo mesmo que ser separados pelos seus companheiros.

De resto os dois jogadores foram os melhores marcadores da equipa da casa com Goodwin a fazer 20 pontos e Markieff 19. Os Warriors nunca viram a vitória em perigo e foram controlando a partida, e ao intervalo já venciam por 43-57. O jogo rápido e lançamentos do exterior continuam a ser duas das mais fortes armas dos campeões, com Curry a marcar 5 em 10 tentativas de três pontos. Com este triunfo os Warriors aumentam para onze os jogos a vencer, em sentido oposto os Suns levam já nove derrotas seguidas.

Stephen Curry marcou 26 pontos (Foto: nba.com)

De resto esta foi uma madrugada com muitas partidas, doze no total. Destaque ainda para as vitórias forasteiras dos Charlotte Hornets em Indiana frente aos Pacers por 95-117, e dos Denver Nuggets sobre os Detroit Pistons por 92-103 e dos Atlanta Hawks em Chicago perante os Bulls por 90-113. A grande surpresa da noite acabou por ser a derrota dos Toronto Raptors, segundos da Conferência Este por 117-112 diante dos Minnesota Timberwolves por 117-112. Na próxima madrugada jogam-se apenas dois desafios, os Milwaukee Bucks recebem os Washington Wizards e os Oklahoma City Thunder defrontam os New Orlean Pelicans, depois segue-se o All Star Weekend.

Resultados:

Indiana Pacers 95 - 117 Charlotte Hornets

Orlando Magic 96 - 98 San Antonio Spurs

Philadelphia 76ers 110 - 114 Sacramento Kings

Boston Celtics 139 - 134 LA Clippers

Brooklyn Nets 90 - 109 Memphis Grizzlies

Detroit Pistons 92 - 103 Denver Nuggets

Cleveland Cavaliers 120 - 111 LA Lakers

Chicago Bulls 90 - 113 Atlanta Hawks

Minnesota Timberwolves 117 - 112 Toronto Raptors

New Orlean Pelicans 100 - 96 Utah Jazz

Phoenix Suns 104 - 112 Golden State Warriors

Portland Trail Blazers 116 - 103 Houston Rockets

VAVEL Logo