NHL: Red Wings batem Senators, Rangers surpreendem Penguins
(Foto: cdn.playbuzz.com)

NHL: Red Wings batem Senators, Rangers surpreendem Penguins

Foi uma madrugada onde as equipas visitantes dominaram na NHL. Só os Detroit Red Wings contrariaram essa tendência ao derrotarem os Ottawa Senators.

RodolfoReis
Rodolfo Reis

Foram apenas três as partidas disputadas na última madrugada na NHL, a Liga norte-americana de hóquei no gelo. Na motor city em Detroit os Red Wings venceram os Ottawa Senators por 3-1, duas equipas da Conferência Este e ambas incluídas na Divisão Atlântico. A formação da casa adiantou-se no marcador logo aos três minutos num remate do defesa Danny De Keyser, de resto o sector defensivo dos Red Wings foi um dos factores preponderantes para este triunfo, com o guarda-redes Petr Mrazek a efectuar 22 defesas.

Nos Senators o defesa Dion Phaneuf fez a sua estreia pela equipa, após ter sido adquirido aos Toronto Maple Leafs, mas nem isso valeu aos canadianos, que viram os Detroit aumentar a vantagem no terceiro período, através do seu capitão Henrik Zetterberg. Os Ottawa conseguiram reduzir por Zack Smith numa situação de powerplay, de 5 contra 4, mas Darren Helm à entrada do último minuto fez o 3-1 final, numa altura em que a formação canadiana arriscou tudo ao retirar o guarda-redes da baliza. Esta foi a terceira vitória consecutiva dos Detroit Red Wings, que assim sobem ao segundo lugar da Divisão Atlântico e ao quarto na Conferência Este com 64 pontos, enquanto os Ottawa Senators somam 56 e tentam chegar a um dos dois lugares do wildcard, que lhes permitam chegar aos playoff.

No Consol Energy Center em Pittsburgh os Penguins foram derrotados por conclusivos 0-3 pelos New York Rangers. Duas equipas da Divisão Metropolitana, com os Rangers a terem no seu guarda-redes Henrik Lundqvist, a principal figura ao parar 34 remates, mantendo assim a sua baliza inviolável pela terceira vez nesta temporada. Nem Evegny Malkin ou Sidney Crosby foram capazes de desfeitear o guardião sueco, que viu os Rangers chegarem ao golo por Kevin Hayes.

Tal como no jogo de Detroit, também aqui o resultado só voltou a mexer no terceiro e último período, num contra-ataque rápido concluído por Dominic Moore. O placar foi fechado por Jesper Fast a um minuto e meio do final, quando os Penguins já tinham retirado Fleury da sua baliza. Os New York Rangers consolidam assim a segunda posição na Divisão Metropolitana com 67 pontos, e o terceiro lugar na Conferência Este. Por seu turno a equipa de Pittsburgh consegue por agora agarrar uma das duas posições do wildcard com 61 pontos.

Henrik Lundqvist fez 34 defesas (Foto: ww3.hdnux.com)

O terceiro encontro da noite foi jogado entre duas equipas com aspirações a chegar aos lugares do playoff. Empatados com 54 pontos os Arizona Coyotes receberam os Vancouver Canucks dos gémeos Daniel e Henrik Sedin, mas foi o guarda-redes Ryan Miller a estar em destaque com 33 defesas. Os canadianos colocaram-se em vantagem no primeiro período por Jake Virtanen, que atirou de primeira sem hipóteses para Domingue.

Os Coyotes restabeleceram o empate logo aos dois minutos do segundo período por Martin Hanzal, mas os Canucks voltaram a ficar na frente por Jannik Hansen, ainda antes do segunda parte terminar. Apesar das várias tentativas de voltaram a igualar o desafio no terceiro período, os Arizona tiveram em Ryan Miller um guarda-redes praticamente intransponível, que garantiu aos Vancouver a sua segunda vitória consecutiva, e o segundo desaire seguido aos Coyotes.

Os Vancouver Canucks estão assim no quarto lugar da Divisão Pacífico com 56 pontos, um lugar abaixo com menos dois pontos seguem os Arizona Coyotes. As duas formações continuam perto dos lugares de acesso aos playoff, estando a dois e quatro pontos respectivamente, dos Colorado Avalanche e Nashville Predators, que ocupam neste momento as duas posições do wildcard.

VAVEL Logo
    CHAT