O regresso da «Champions» : os homens-golo
O regresso da «Champions» : os homens-golo (foto: TalkVietnam)

Eles marcam como querem. De pé direito, de pé esquerdo, de cabeça e até de calcanhar. Assim se podem definir os 3 homens que neste momento são os melhores marcadores da Liga dos Campeões. De Cristiano Ronaldo a Dzyuba, hoje recordamos o que faz deles os melhores.

Cristiano Ronaldo

Sem surpresas. O internacional português consegue sempre ficar entre os 3 melhores goleadores da prova e esta temporada não foi excepção.

Em 6 jogos, o português já conta com 11 tentos e 3 assistências e ainda só agora passámos a fase de grupos. Mais virão com toda a certeza, até lá, vale sempre a pena rever, porque já todos sabemos que qualidade em campo é coisa que não falta.

Robert Lewandowski

E o que seria da Liga dos Campeões sem a Máquina de Golos que é Lewandoski? O alemão já nos habituou à boa qualidade em todos os jogos onde participa.

A Liga dos Campeões não é excepção. O avançado do Bayern conta com 456 minutos jogados e com 7 golos em 6 jogos. A questão é só uma: quem é que o pára ?

Artem Dzyuba

E por último, mas não menos importante, está Dzyuba. O avançado do Zenit jogará amanhã contra o Benfica na Luz e se há coisa a que Rui Vitória terá de estar atento é ao instinto goleador do russo.

Em cada jogo, um golo, pelo menos, é seu. Dzyuba coloca a bola onde quer e faz o golo como quiser. Os quase dois metros de altura fazem com que este seja o jogador a temer em qualquer lugar do campo.

Amanhã regressa a Liga Milionária, com ela regressam os golos e destes 3 homens-golo, com toda a certeza, restará saber apenas como é que eles nos poderão surpreender.

VAVEL Logo