Liga Espanhola: as revelações
Liga Espanhola: as revelações (foto: FootballWalpapers)

Liga Espanhola: as revelações

As grandes revelações a nível coletivo e individual da La Liga são-lhe apresentadas hoje, aqui, pelo Vavel Portugal.

joao-rodrigues
João Rodrigues

A Liga Espanhola  tem protagonizado todos os anos bons momentos e grandiosos espétaculos, este ano não foge à regra. Muito do sucesso  deve-se às várias equipas e jogadores que tem surpreendido ao longo dos tempos. Hoje, o Vavel Portugal, fala-lhe das grandes revelações. 

As equipas:

Celta de Vigo e Deportivo - Futebol volta a unir a Galiza

Longe vão os tempos onde na Galiza tinhamos o privilégio de ter dois clubes que podiam fazer maravilhas por toda a Europa, mas parece que esta temporada temos índicios de alguma forma de rejuvenescimento. Falamos claro, do Celta de Vigo e do Deportivo de la Coruña, dois dos vários clubes surpresa desta época.

Depois da saída de Luís Enrique do comando do Celta, pensava-se que o rendimento da equipa poderia descer a pique, não fosse o clube encontrar em Eduardo Berrizo, um antigo jogador do clube, o homem certo para dar continuidade ao projeto que Luís Enrique tinha começado.

Berizzo não só deu continuidade ao trabalho do atual técnico do Barcelona como também melhorou. Na temporada passada a equipa galega entrou na Liga a todo vapor e conseguiu mesmo resultados surpreendentes, nomeadamente uma vitória sem espinhas em Camp Nou diante do todo poderoso Barça. Só somou a primeira derrota na nona jornada, diante do Real Madrid. Atualmente está no sexto lugar da tabela classificativa. 

Bezirro, o comando de um Celta rejuvenescido
Bezirro, o comando de um Celta rejuvenescido (Foto: efeitofuria.com.br)

Já em relação ao Depor, o clube tem estado em grande. Estando atualmente no décimo lugar, o regresso de Victor Sanchez, agora como treinador principal, revelou-se uma peça-chave para este sucesso. Mudou completamente a forma de jogar do conjunto galego e há muito que não se via no Riazor tão bom futebol como o de agora.  Nos dias de hoje, a alma e uma vontade de jogar contagiante que sempre caracterizou este histório, vê-se nos jogadores. Com 32 pontos, contam com seis vitórias, quatorze empates e cinco derrotas. A Galiza tem razões para sorrir.

SD Eibar: De desilusão a surpresa com estrelinha da sorte a ajudar

Depois de ter subido de divisão à cerca de duas épocas, o Eibar era uma das grandes curiosidades na temporada passada e esperava-se muito desta equipa. Contudo, o clube natural de Ipurua, desiludiu e envolveu-se desde cedo numa batalha pela manutenção - perdeu-a. Quando nada fazia esperar, a estrelinha da sorte apareceu, uma vez que motivos de ordem financeira ditaram que o Elche FC, que havia terminado em 13.º lugar, acabasse despromovido na secretaria, permitindo ao conjunto basco regressar ao convívio dos grandes sem que nada tivesse feito para isso.

Ainda sem saber dessa decisão, Gaizka Garitano, que tanto tinha dado à formação basca em apenas três anos como treinador principal, decidiu que era tempo de pôr fim ao forte vínculo que existia entre ambos e apresentou a sua demissão. O clube decidiu apostar em José Luis Medilibar, uma cara já conhecida de todos. Para surpresa dos seus adeptos, o Eibar está a realizar uma temporada fantástica, algo impensável até há alguns meses atràs. Com 36 pontos, está atualmente no sétimo lugar. Esta nova vida, deve-se muito a Mendilibar mas também a um plantél muito mais rico, em termos de qualidade, do que aquele que Gaizka Garitano tinha. Sergi Enrich é a grande estrela da equipa.

Medilibar é o novo homem forte do Eibar. (Foto: AS.com)
Medilibar é o novo homem forte do Eibar. (Foto: AS.com)

Os jogadores:

Nolito: Mais vale tarde do que nunca

Esta edição da Liga Espanhola tem permitido a confirmação de Nolito como um dos valores mais elevados do momento no futebol espanhol. O extremo de 29 anos, tem sido uma peça fundamental na excelente campanha do Celta de Vigo, já aqui falada

Como aconteceu com tantos outros jogadores que atuaram na equipa B do Barcelona, pensava-se que Nolito estava perdido para o futebol depois de várias experiências falhadas no Benfica e Granada. O extremo quis provar o contrário e em Vigo voltou a reencontrar o seu melhor futebol e tem protagonizado um trajeto ascendente no que concerne tanto ao nível pessoal como coletivo, facto que as suas estatísticas comprovam de forma precisa. Os  bons registos em campo já lhe valeram cinco internacionalizações pela Selecção espanhola e é um nome a equacionar para o Europeu em França.

Alen Halilovic: O novo príncipe das Astúrias

Halilovic na sua apresentação (Foto: footespagnol.fr)
Halilovic na sua apresentação (Foto: footespagnol.fr)

Alen Halilovic já é um nome bem conhecido do futebol mundial. Apesar de ter apenas 19 anos, o médio é apontado como uma das estrelas do futuro.

Foi no Dínamo Zagreb que despertou para o mundo do futebol. Deu nas vistas desde cedo e não tardou muito a somar a sua primeira internacionalização pela Croácia. Despertou o interesse do Barcelona, que rapidamente garantiu os serviços do jovem médio. Por lá andou a rodar entre a equipa B e A durante algum tempo até o ínicio desta temporada, já depois de ter sido emprestado ao AD Alcorón, numa experiência mal sucedida.

Emprestado ao recém-promovido Sporting Gijón, Halilovic tem mostrado todo o seu valor espalhando a sua magia. O estilo de jogo do Sporting Gijón serve na perfeição ao jovem croata, que tem assumido as funções de um número 10 à moda antiga, assumindo-se como o organizador do jogo atacante da  equipa. Com excelentes prestações, fica a questão se não seria digno o jogador ingressar nas fileiras do gigante catalão já na próxima temporada.

Aduriz: O melhor ficou para o fim

Se falarmos na grande sensação em Espanha, um dos nomes que vem de imediato à cabeça é o de Aduriz. O avançado do Atlético Bilbau pareceu guardou o melhor da sua carreira para o fim. Com 35 anos, já conta com 25 golos em toda a temporada e ainda estamos apenas em fevereiro. Para um jogador dado como acabado há algum tempo, trata-se de um registo fantástico. 

Lucas Perez: O "rejuvenescido"

(Foto: Riazor.org)
(Foto: Riazor.org)

Lucas Perez é talvez a principal causa da grande campanha do Depor. Trata-se da referência ofensiva dos galegos e tem estado endiabrado. Após passagens não muito bem sucedidas pelo futebol ucraniano e grego, Lucas regressou a época passada, por empréstimo, ao clube da sua cidade natal, mas tem sido nesta temporada que tem demonstrado todo o seu potencial. O jogador de 27 anos já leva 14 golos marcados em 25 partidas.

VAVEL Logo
CHAT