Análise pós-derby: Como ficaram as contas do campeonato?
Imagem: ligaportugal.pt

Análise pós-derby: Como ficaram as contas do campeonato?

O jogo deste sábado, que opôs Sporting e Benfica, não está nem perto de ser o "jogo do título". Contudo, após a vitória do Benfica já é possível fazer uma previsão do que se passará nas restantes 9 jornadas da Liga NOS 2015/2016, consoante os calendários das equipas.

beatriz-goncalves
Beatriz Gonçalves

9 simples jornadas: tudo o que resta deste campeonato. O Campeão Nacional parece cada vez mais próximo de ser consagrado, mas, apesar da importante vitória do Benfica este sábado frente ao rival da 2ª circular, o título ainda está longe de ser entregue ou decidido. A verdade é que os pontos que separam os 3 candidatos são ténues, e qualquer deslize pode ser o suficiente para o panorama mudar completamente. 

Olhando para os calendários, o Benfica parece sem dúvida o clube com a tarefa mais facilitada, tendo apenas de enfrentar um dos clubes mais complicados (SC Braga) até ao fim, com a vantagem de ser uma partida jogada na Luz, contrariamente ao Porto e Sporting, que ainda se encontrarão e que enfrentam desafios mais aliciantes. Ainda assim os pontos não se perdem só com "os grandes", e o mais importante é não subestimar o adversário e o seu poder de fazer qualquer um destes clubes perder pontos. 

SL Benfica: Luta pelo título sorridente

Apesar do complicado desafio da Champions, que chega já esta quinta-feira e ditará a permanência das águias na competição, o Benfica é, em termos de campeonato, o clube com um calendário mais facilitado nas 9 jornadas restantes. Já no próximo fim-de-semana o adversário será o último classificado, Tondela, onde será preciso um milagre para o Benfica perder, com a agravante de ser em casa. Uma semana depois, a deslocação ao Boavista apresenta o mesmo panorama de facilitismo - o penúltimo classificado, prestes a descer de divisão, não será um adversário complicado para parar o sonho das águias de continuar na luta pelo tri-campeonato. 

A maior hipótese de o Benfica perder pontos surge mesmo na 28ª jornada, ao defrontar o mais complicado adversário das restantes fases - o SC Braga. Apesar de estar longe da luta pelo lugar cimeiro do campeonato, os bracarenses são uma equipa a temer, e a única com capacidade assumida de fazer o Benfica tremer. Contudo, esta partida será disputada no último reduto das águias, o que é sem dúvida um ponto a favor na procura da vitória. 

Foto: Facebook do SL Benfica
Foto: Facebook do SL Benfica

Depois deste desafio, o Benfica regressa aos confrontos com os últimos da tabela, viajando até casa dos "estudantes", atualmente 16º classificados. Uma prova que o Benfica tem capacidades de ultrapassar facilmente, para receber com confiança o Setúbal na Luz na jornada 30. Os setubalenses são, há semelhança dos restantes, um adversário com poucas capacidades para intimidar os pupilos de Rui Vitória, ainda mais se acrescentarmos a esta equação a motivação dos vermelho e brancos na conquista de todos os pontos para chegar ao título, agora que só dependem de si. Já o Rio Ave será um desafio mais interessante - 6º classificado da tabela, tem tido uma prestação constante e bastante interessante, o que poderá intimidar  Benfica na hora de viajar até à Vila do Conde. 

O mesmo se poderá dizer do Guimarães, ainda que seja importante considerar, mais uma vez, o facto de o jogo ser no último reduto do Benfica, que é sempre uma vantagem de peso. Já o Marítimo não deverá ser problema, tal como o Nacional, que são duas equipas a baixo do meio da tabela e que, perante um Benfica determinado, pouco poderão fazer para intimidar o oponente.

Em suma, o Benfica conta com 9 jornadas recheadas de boas oportunidades para conquistar os 3 pontos e chegar ao título, agora que só depende de si próprio. Será importante que a equipa de Rui Vitória mantenha a cabeça fria e a chama da 1ª posição bem acesa, ou qualquer deslize poderá ser fatal.

Sporting: O desafio está lançado

O calendário do Sporting está bem menos sorridente que o do Benfica. Apesar de ir encontrar adversários que vencerá facilmente, a equipa comandada por Jorge Jesus terá também complicados desafios, tendo de enfrentar o 3º, 4º e 5º classificado da tabela, sendo apenas uma destas partidas em Alvalade. 

Enfrentar o Estoril em sua casa já na próxima jornada não deverá ser problema para os leões que, apesar da derrota, certamente se consciencializarão que têm de dar o tudo ou nada em cada partida, esperando pacientemente por um deslize do Benfica. Receber o Arouca na jornada seguinte já poderá ser um maior desafio, já que o atual 5º classificado tem tido uma prestação de excelência no campeonato, só tendo mesmo perdido na 1ª volta em sua casa com os leões por margem de 1 golo. O mesmo não se poderá dizer do Belenenses, que não apresenta perigo significativo aparente perante um Sporting faminto na conquista de todos os pontos. 

Foto: Facebook do Sporting CP
Foto: Facebook do Sporting CP

Apesar de as três jornadas seguintes serem contra clubes medianos (Marítimo, Moreirense e União da Madeira estão na 2ª metade da tabela), os desafios verdadeiramente complicados surgem nas últimas 3 jornadas - isto assumindo que o desempenho do Sporting será positivo e estará na luta pelo título, quem sabe até na 1ª posição se as águias deslizarem -, com visitas à Invicta e a Braga. Se a pressão estiver do lado do Sporting estes dois desafios poderão ser particularmente difíceis, dado que os nervos poderão ser traiçoeiros. Contudo, para classificar o Braga como um alvo a temer na luta pelo título será preciso assumir que o mesmo se discutirá na última jornada, uma vez que entre os dois embates surge uma partida com o Rio Ave em Alvalade. 

Perante este panorama, o Sporting terá, sem dúvida, de "penar" durante as 9 jornadas que restam, depois de ter perdido o sempre seguro primeiro lugar. Ainda assim, e apesar de um calendário mais complicado do que o das águias, os leões têm sérias possibilidades de quebrar o jejum de mais de uma década, dependendo disso a eficácia dos pupilos de Jesus e um deslize dos encarnados.

FC Porto: O título já é uma miragem

Apesar de não ter um calendário por aí além de complicado, o Porto já vê as suas hipóteses de ser campeão bem distantes. A 4 pontos do Sporting e a 6 do Benfica é preciso sonhar alto, sendo uma ambição que certamente Aboubakar e companhia já vê longe. Apesar de ser completamente possível em termos matemáticos, o psicológico conta muito e nesta altura a diferença é significativa o suficiente para desanimar os dragões.

União da Madeira, Vitória de Setúbal, Tondela, Paços de Ferreira, Nacional, Académica, Sporting, Rio Ave e Boavista são os duelos que ainda esperam o dragão e, apesar de só o Sporting parecer assustar realmente os azuis e brancos, não deixa de ser pertinente observar que é mesmo com as equipas mais pequenas que os "grandes" têm tendência a cair. Posto isto, um Porto sem a motivação inicial poderá ver em qualquer um destes duelos uma forma de não conquistar os pontos cruciais que mantenham o clube na luta pelo título, acrescendo a isto a dependência de 2 clubes para poder chegar ao topo da tabela.

Foto: Facebook do FC Porto
Foto: Facebook do FC Porto

A questão fica lançada: 3 candidatos, 2 mais prováveis, uns desafios aliciantes e outros que parecem menos complexos, quem conquistará o título? Para conhecer esse desfecho teremos de esperar ansiosamente pelas 9 jornadas que ainda restam.

VAVEL Logo
CHAT