A afirmação de uma estrela: João Mário é mesmo craque
João Mário tem-se vindo a afirmar cada vez mais no Sporting

A afirmação de uma estrela: João Mário é mesmo craque

O héroi da vitória do Sporting diante o Arouca tem realizado uma temporada de excelência, e em ano de Europeu fica o recado: ''Fernando Santos, um médio assim é um luxo''. Conheça a evolução do prodígio de Alvalade, em VAVEL Portugal.

francisco-dias
Francisco Dias

Formado nas escolinhas de Alcochete, João Mário tem 23 anos e é, sem dúvida, o trunfo tático mais fulcral para o sistema estratégico de Jorge Jesus. Os golos ao Arouca e a convocatória para a seleção das quinas foram um prémio merecido para o jovem polivalente, que já tem o Manchester United atento ao seu rendimento de leão ao peito. O médio tem imenso potencial para crescer e, seja no meio ou na ala, garante sempre qualidade e futebol espetáculo. A poucos meses do Euro 2016, Fernando Santos tem em João Mário um valor seguro que poderá ser, a par de Bernardo Silva e Rafa, o rosto da tão necessária renovação na equipa de todos nós.

João Mário: evolução sobrenatural

Aos 23 anos, João Mário é uma das famosas pérolas da formação do Sporting, e a evolução técnico-tática tem sido extraordinária em comparação com o Sporting de Marco Silva. Com Jorge Jesus o médio começou a temporada a pivot, compondo a dupla de meio campo com Adrien, e foi notável analisar a forma intensa com que ajudou a dinamizar as transições leoninas da defesa para o ataque. Nesta fase recorde-se, por exemplo, a lição estratégica de Jorge Jesus a Rui Vitória na Super Taça, num embate em que João Mário pressionou, recuperou bolas, serviu os colegas e ainda tinha pulmão para emergir junto aos 4 da frente.

Com o regresso de William e o afastamento de Carrillo, Jorge Jesus inventou uma solução muito inteligente, que consistiu na adaptação de João Mário a ala direito, aproveitando, por um lado, a velocidade e capacidade de passe do jovem leão e, por outro lado, uma aptidão incrível para fletir para o meio, compondo em diversas fases de jogo uma tripla de meio campo com William e Adrien. Nos 0-3 na Luz, o Sporting ganhou vantagem numérica no centro do terreno, beneficiando do posicionamento do ''vagabundo'' João Mário, que neste derby foi fundamental nas lutas a meio campo e determinante a impulsionar a ala direita com João Pereira.

Até ao momento, o centro campista foi escolha de Jorge Jesus em todas as jornadas da Liga NOS (27), tendo feito as redes contrárias chorar por 5 vezes. Esta veia goleadora esteve em foco na partida diante o Arouca, com 2 tiros certeiros verdadeiramente fabulosos onde João Mário aplicou toda a sua classe técnica, mas também tática. Na vitória de 5-1 diante o Arouca, os 2 tentos do médio comprovam que é muito dificil para um defesa bloquear o imprevisível posicionamento de João Mário, que passa da ala para o meio com a mesma velocidade com que Jorge Jesus mastiga uma pastilha, dificultando a tarefa aos oponentes.

A meia distância tem vindo a ser afinada, mas ainda assim a juventude do leão permite antever ainda mais capacidade para se tornar um atleta mais completo e fora de série. Atento a William e mais recentemente a João Mário, o Manchester United está muito agradado com a evolução do jovem felino e, caso mantenha o processo de superação, não é dificil prever que os cofres de Alvalade poderão rechear-se, fruto de uma possível venda de mais uma pérola da academia do Sporting.

Fernando Santos: João Mário não engana

Na semana em que deu show em Alvalade, João Mário ficou a saber que o seu nome consta na lista de Fernando Santos para os jogos particulares frente à Bulgária e à Bélgica. Trata-se de um teste fundamental para poder entrar na lista final do selecionador para o Euro 2016 em França, e João Mário irá agarrar o lugar com unhas e dentes. Com um percurso notável nas seleções mais jovens de Portugal, o "mini leão" foi vice campeão europeu pela formação sub-21 das quinas e um dos principais craques de Rui Jorge, que perdeu tragicamente a final frente à Suécia nas grandes penalidades. O historial é vasto e João Mário é um dos novos talentos que tem toda a qualidade para se afirmar como titular da equipa de Fernando Santos.

Para álem de João Mário, o génio Bernardo Silva e Rafa estão também perfilados para renovar uma seleção que precisa de juventude e dinâmica para se juntar ao prodígio Cristiano Ronaldo, para então sonhar com o título Europeu. Voltando a João Mário, é verdade que a concorrência é feroz, mas desperdiçar um jovem que tem vindo a crescer tanto seria um disparate. A polivalência e as características de João são incomuns, e numa prova curta como um Europeu é sempre prudente ter na manga o trunfo João Mário, que pode oferecer rigor defensivo, dinâmica no transporte do esférico, passes letais e remates fulminantes, tudo isto na ala ou no meio, porque a qualidade do leão não tem posição, tem sim um talento inato para brilhar com o esférico seja em que posição for.

VAVEL Logo
CHAT