A caminho do Euro: Portugal
(Foto: Bola na Rede)

A caminho do Euro: Portugal

A Selecção Nacional não tem desculpas. O grupo F, composto pela Hungria, Áustria e Islândia, acaba por não "ser nada" com aquilo por que se teve de passar para chegar até aqui.

mariana-cordeiro-ferreira
Mariana Cordeiro Ferreira

Nobre povo e uma nação valente. Assim se pode definir, com as próprias palavras de "A Portuguesa" a Selecção dirigida por Fernando Santos. Suámos para lá chegar, teremos de trabalhar para lá permanecer, mas a verdade é que o mérito é todo nosso. Agora é para fazer valer tudo até aqui. 

Passa ou não passa, vai ou não vai ? 

Quando se tornaram conhecidos os grupos de qualificação para o Europeu, começaram as nossas preocupações. Dinamarca, Sérvia, Albânia e Arménia. Teoricamente, a maior dificuldade da equipa das quinas estava em bater a selecção da Dinamarca, poderia ter também dificuldades com a selecção sérvia, mas a Albânia e a Arménia eram equipas que tinhamos obrigatoriamente de bater sem qualquer tipo de dificuldade. Estavamos no Grupo I, e se não passassemos em 1º, pelo menos o 2º lugar estava garantido. 

Em 2014, quando os jogos começaram a ser realizados, nunca passou pela cabeça de qualquer apaixonado por futebol que uma selecção teoricamente mais pequena, como é o caso da Albânia, poderia alguma vez vencer uma equipa onde estivesse Cristiano Ronaldo, mas a verdade é que venceu. 

A perda dos 3 pontos, depois da humilhação sentida no Mundial, fez com que Paulo Bento saltasse do banco de suplentes para ver entrar Fernando Santos e a verdade é que as coisas não só mudaram como melhoraram. Dos 8 jogos realizados para a qualificação, a equipa nacional venceu 7, perdeu um, sofreu só 5 golos e festejou 11. A Selecção Nacional garantiu a presença no Euro em 1º lugar do Grupo I com 21 pontos. 

A equipa das Quinas garantiu a passagem em 1º lugar do Grupo I
A equipa das Quinas garantiu a passagem em 1º lugar do Grupo I

Agora vem aí o Grupo F, onde se espera que a decisão da passagem à próxima fase da competição seja decidida apenas pelo 2º posto. Desta vez não temos Dinamarca, mas temos Áustria e Hungria, nada é impossível, mas a verdade é que todos esperamos que nem seja dificil sequer. 


Cristiano, contamos contigo

O internacional português é de facto a estrela maior da Selecção das Quinas. Por muito que se tente fugir, o Capitão da Selecção Nacional poderá mesmo ser o jogador mais temido neste Europeu, uma vez que como todos sabemos Lionel Messi é argentino e não estará presente. 

CR7 é o Capitão da nossa Selecção
CR7 é o Capitão da nossa Selecção

Ronaldo bate recorde, atrás de recorde, e muitas vezes acaba por bater os seus próprios. Esperamos todos é que entre 10 de Junho e 10 de Julho, o nosso menino de ouro o continue a fazer. 

VAVEL Logo