Marítimo x Sporting : Foi um quase
| Foto: SapoDesporto

Dê por onde tivesse de dar a crise tinha de chegar ao fim. Na deslocação à Madeira o Sporting teve de tudo, desde sofrer cedo, reagir bem, ter medo, estar assustado, estar a perder, mas a verdade é que no fim das contas o empate a 2 bolas foi mesmo o resultado final. 

A atitude esteve lá, a garra também, mas a verdade é que a maré negra de resultados viajou até à Madeira e volta com os leões para Lisboa. 

Sofrer e reagir 

Uma altura negra pede uma decisão drástica e foi isso mesmo que se viu nas escolhas de Jorge Jesus para o onze inicial no caldeirão, Schelloto e Marvin Zeegelaar voltaram às laterais, mas a verdadeira surpresa esteve na entrada de Palhinha para o lugar de William Carvalho. O segundo capitão dos leões começou o jogo no banco e foram Gelson, Adrien e Bruno César a dar o apoio a Bryan Ruiz nas costas de Bas Dost. 

Em boa verdade, este onze tinha tudo para resultar, ainda para mais com a estreia absoluta de Palhinha no campeonato, o objectivo da pérola leonina era mesmo brilhar.... até ao golo do Marítimo. 

Depois de uma falta de Paulo Oliveira, Éber Bessa fez o bonito ao bater o muito mal colocado Rui Patrício. 1-0 para o Marítimo aos 8' complicava e muito a situação dos verde e brancos. Apesar de ter sofrido cedo e ter apanhado ainda alguns sustos antes de conseguir fazer o golo do empate, o Sporting conseguiu reagir e ainda antes da meia hora o suspeito do costume voltou a fazer das suas.... 

Depois de um cruzamento pela esquerda e, de uma cabeçada bem colocada, Bas Dost fez o empate e apesar das muitas tentativas por parte de ambas as equipas o marcador só voltou a mexer para o lado dos madeirenses. 

Aos 33', depois de um livre batido pela esquerda, Raúl cabeceou à vontade e voltou a bater Patrício, desta vez sem culpas para o internacional português. 

 

Vira o disco e toca o mesmo 

Ao intervalo Jorge Jesus fez entrar Alan Ruiz e desceu Bruno César para o lugar de Marvin, e foi aqui que as dificuldades voltaram a fazer parte das contas dos leões. 

A falta de experiência no meio campo aliada ao facto da falta de apoio de Bruno César a Bryan Ruiz complicou as coisas e o Marítimo voltou a estar por cima, tão por cima que acabou mesmo por assustar, e muito, as contas dos leões. 

Contra a corrente do jogo, foi a vez de ver marcar Gelson depois de um cruzamento bem colocado de Bruno César. Aos 60' a pérola leonina aproveitou a falta de velocidade de Fransérgio e na cara de Charles atirou para o 2 igual. 

Até ao final da partida, destaque para o golo mal anulado à equipa de Jorge Jesus aos 82'. Alan Ruiz estava em posição legal, mas a verdade é que a equipa de arbitragem voltou a prejudicar os verde e brancos. 

Com este resultado o Sporting volta a somar apenas um ponto ocupando o quarto lugar da tabela com menos um ponto que o terceiro classificado o Sporting de Braga. 

VAVEL Logo