Dragão tranquilo abre a porta dos quartos

Dragão tranquilo abre a porta dos quartos

O FC Porto recebeu e venceu o Vitória de Guimarães por 4-0, na penúltima partida dos oitavos de final da Taça de Portugal. Aboubakar, Danilo e um bis de André André fizeram o resultado final da partida. Na mesma ronda, os dois finalistas da edição anterior da Taça foram eliminados.

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes

Sergio Conceição procedeu a algumas alterações no onze inicial, principalmente no sector mais recuado. Com efeito, Casillas, Diego Reyes e Maxi Pereira foram as principais novidades nos titulares dos azuis-e-brancos; já o Vitória, com menos um dia de descanso relativamente ao adversário, fez várias alterações na equipa inicial, procurando assim gerir o esforço dos habituais titulares.

Apesar da boa postura dos vimaranenses no início do jogo, a verdade é que, com o passar dos minutos, os dragões foram gradualmente tomando conta da partida, acercando-se da baliza de Miguel Silva. Numa dessas iniciativas, Danilo ameaçou com um cabeceamento ao poste; era o aviso para o que seguiria pouco depois. Aos 12 minutos, Victor Garcia jogou a bola com a mão dentro da área, grande penalidade assinalada e que Aboubakar não desperdiçou.

Resultado de imagem para fc porto guimaraes 4-0

O Vitória teve oportunidade para empatar, mas o cabeceamento de Hélder Ferreira saiu ligeiramente por cima. A primeira parte não terminaria sem que Danilo voltasse a acertar no ferro da baliza vitoriana, desta vez num remate dentro da área.

No segundo tempo a toada manteve-se, com os dragões a dominar e a anular facilmente as tentativas de ataque rápido do Vitória. Assim, foi sem surpresa que os portistas aumentaram a vantagem; 58 minutos e, na sequência de um canto na direita, Danilo foi finalmente feliz, cabeceando para o fundo das redes vimaranenses.

A partir daí o FC Porto passou para modo de gestão de esforço, beneficiando da inoperância ofensiva do adversário. O resultado final seria composto por André André, que saltou do banco para marcar dois golos à antiga equipa. Primeiro aos 63 minutos, emendando um primeiro remate de Aboubakar; e vinte minutos depois, finalizando ao primeiro poste após um canto e correspondente assistência de Soares.

Foi assim sem grandes sobressaltos que o FC Porto carimbou passagem aos quartos de final da Taça de Portugal. Depois do nulo no clássico com o Benfica, os dragões tiraram a barriga de misérias, apontando 14 golos nos últimos três jogos. Já o Vitória fica pelos oitavos de final, isto depois de ter chegado ao Jamor na época passada.

VAVEL Logo