Jogo impróprio para cardíacos
Benfica vence o Paços de Ferreira por 3-1. // Fonte: zerozero.pt

Jogo impróprio para cardíacos

O Benfica deslocou-se à Mata Real e venceu o Paços de Ferreira por 3-1, num jogo que até começou a perder.

renato-gouveia
Renato Gouveia Dias

           Numa deslocação sempre complicada, as Águias apresentaram o habitual 4-3-3, mantendo Rafa à direita e Zivkovic ao lado de Pizzi. O jogo até começou da pior forma para os encarnados quando, aos 9 minutos, Luiz Phellype fez o primeiro golo da partida colocando assim os castores na frente do marcador.

            O Benfica tentava reagir ao golo sofrido, explorando os corredores (mais influência no corredor direito), mas o último passe teimava em não chegar ao destinatário. Aos 34 minutos, o ex-portista Rúben Micael tirou três adversários do caminho, mas a jogada acabou por se perder. Até ao intervalo, nota para um remate fraco de trivela por parte de Rafa numa boa jogada individual e para um cruzamento de Cervi a cair na cabeça de Jonas, mas Miguel Vieira cortou em cima da linha de golo.

            A segunda parte da partida abriu com uma pressão já expectável por parte dos comandados de Rui Vitória que procuravam o empate o mais cedo possível, no entanto os avançados iam perdoando frente a Rafael Defendi. À passagem do minuto 60, Vitória mexeu na equipa e retirou Zivkovic do campo, colocando Jimenez na frente de ataque, mudando o sistema tático para um 4-4-2. As alterações surtiram efeito 12 minutos depois quando, após uma antecipação e cruzamento de Rafa, Jiménez remata contra Jonas e este finaliza para dentro da baliza.

            A precisar de uma vitória para se manter na luta pelo título, o técnico encarnado decide arriscar três avançados na frente, trocando Grimaldo por Seferovic e a verdade é que, dois minutos depois, o suíço lança a bola para a área e o inevitável Jonas confirma a reviravolta no marcador. Aos 95 minutos e após a expulsão de Gian no lado pacense, Rafa aparece solto do lado direito e num remate forte atira para o fundo das redes, fixando assim o resultado final em 3-1.

            Com este resultado, o Benfica encurta para dois pontos a distância para o F.C. Porto (-1 jogo) e mantém-se assim na corrida pelo título nacional.

            

VAVEL Logo