As estrelas do Egito

As estrelas do Egito

A seleção nacional vai defrontar o Egito num amigável antes da partida para o Mundial na Rússia.

ana-gomes
Ana Gomes

Portugal defronta no dia 23, sexta-feira, a seleção dos faraós num dos amigáveis que antecede o Mundial de 2018 a realizar na Rússia. O jogo vai ter lugar em Zurique, na Suíça. Estas equipas só se defrontaram duas vezes, uma em 1955, no Cairo, e a outra em 2005, nos Açores.


A seleção egípcia é, segundo o Ranking Mundial da FIFA, a melhor seleção africana da atualidade. No entanto, a última vez que esteve presente num fase final de um campeonato do Mundo, foi em 1990, há 28 anos, e a primeira em 1934, tendo em conta que só marcou presença nestas duas edições. Na edição de 2018 vai estar na Rússia por intermédio do golo de Mohamed Salah, sendo este a principal estrela desta equipa. 


Salah nasceu a 15 de junho de 1992 e começou a sua jornada enquanto jogador na Europa no Basileia, em 2012, onde permaneceu por dois anos até ser contratado pelos londrinos do Chelsea, equipa na altura dirigida pelo português José Mourinho. No ano seguinte rumou a Itália, a título de empréstimo, para a Fiorentina e no ano seguinte para a Roma onde, em 2016, foi comprado por esta mesma equipa. No verão de 2017 é adquirido pelo Liverpool por 42 milhões de euros. O extremo foi considerado o jogador africano mais caro da Premier League.  


O egípcio, na época de 2017/2018, já foi considerado o melhor jogador da liga por três vezes, sendo a última no passado mês de fevereiro. No último jogo da 31ª jornada da prova, contra o Watford, equipa que já foi treinada pelo português Marco Silva, marcou quatro dos cinco golos que deu a vitória ao Liverpool e ainda esteve envolvido no lance do terceiro golo apontado por Firmino. Até agora aponta 28 golos na liga inglesa e é o melhor marcador. 


Outro jogador conhecido desta equipa africana é Mohamed Elneny. O jovem nasceu a 11 de julho de 1992 e começou tal como Salah, no Egito no Al-Moqaweloon, e enquanto jogador na Europa, nos suíços do Basileia, onde esteve até 2016, até ser contratado por outra equipa de Londres, o Arsenal, onde permanece até hoje. O médio centro apontou apenas um golo pelos londrinos na fase de grupos da Liga Europa, frente os bielorrussos do Bate Borisov. 


Ambos são jogadores a que o técnico Fernando Santos deve prestar especial atenção, pois são peças imprescindíveis da equipa egípcia e com toda a certeza irão defrontar a equipa das quinas neste amigável.   
O jogo Portugal vs Egito vai decorrer no dia 23/03, às 19.45, em Zurique e com transmissão na RTP 1. 

 

VAVEL Logo