Bruno de Carvalho e Salvador voltam a trocar acusações

Bruno de Carvalho e Salvador voltam a trocar acusações

No rescaldo do jogo deste sábado, as declarações dos presidentes do Sporting e do Braga continuam a dar que falar.

pedrocorreia
Pedro Correia

Na sequência de uma semana com insultos de parte a parte, nem o jogo deste sábado em Braga foi capaz de amenizar a tensão entre Bruno de Carvalho e António Salvador. 

Se, no final da partida, António Salvador parecia decidido a não alimentar ainda mais esta polémica, a verdade é que aproveitou para citar Bernard Shaw, numa frase claramente dirigida ao presidente leonino.

«Vocês sabem o que é que se tem passado, vocês sabem o que é que se passou durante esta semana... Portanto, não vale a pena falar mais, porque já se falou demais.», começou por dizer. «E eu até vou citar uma coisa dum escritor, um romancista irlandês que em 1925 ganhou o prémio Nobel da Literatura, Bernard Shaw. E ele dizia: 'Nunca lutes com um porco, porque, em primeiro lugar, ficas sujo e, em segundo, o porco gosta que tu lutes com ele'», referiu.

Bruno de Carvalho, por outro lado, também já se fez ouvir, através do seu perfil pessoal no Facebook, onde voltou a atacar o dirigente bracarense. Num extenso comunicado, o líder dos «leões» deixou bem claras várias acusações a António Salvador.

«O Sporting CP não se rebaixa a um presidente fraco, que faz fracas as suas gentes. Um presidente que faz do seu treinador a sua cópia, insultando e agredindo pelas costas um atleta do Sporting CP. Um presidente que, com Pedro Proença presente, ameaçou elementos da Direcção do Sporting CP e dos seus Núcleos ao intervalo. Um presidente que, como o seu homólogo da sua sede em Lisboa, mantém claques ilegais que passaram o jogo todo a mostrar faixas a ofender e caluniar o presidente do Sporting CP.», referiu, questionando, de seguida, o papel de várias entidades. «E o que fez ou fará a Liga? E o que fez ou fará a Polícia? E o que irá fazer o CD da FPF ou o IPDJ?», disse.

Pedindo multas pesadas para o clube bracarense, castigos para Salvador, para o treinador Abel Ferreira e, ainda, a interdição do estádio do Braga, Bruno de Carvalho terminou com um apelo e uma referência ao Benfica: «(...) o Governo tem que ter, definitivamente, uma mão dura no futebol português, porque Salvador apenas quer desviar as atenções da sua "casa mãe" em Lisboa: os vouchers, os e-mails, a e-toupeira e os jogos para perder»., concluiu.

Finda a partida entre Braga e Sporting (com a equipa do norte a levar a melhor e a vencer por 1-0), estas declarações agudizam ainda mais as relações entre os dois clubes e fazem antever uma polémica ainda longe de terminar. Para estar a parte de tudo, continue a acompanhar a atualidade desportiva aqui, em Vavel Portugal.

VAVEL Logo