Clássico: Jardel vs Felipe
Dois dos melhores defesas do campeonato estarão novamente em ação. // Fonte: SapoDesporto

Clássico: Jardel vs Felipe

Em jogo entre Sport Lisboa e Benfica e Futebol Clube do Porto, focamos o nosso olhar no centro de ambas as defesas.

renato-gouveia
Renato Gouveia Dias

          Este domingo, teremos frente-a-frente não só os dois primeiros classificados da Liga NOS, como também as duas melhores defesas nestas 29 jornadas: Benfica (17 golos sofridos) e Porto (16 golos sofridos). Focamos neste ‘embate’ dois dos melhores defesas do campeonato, Jardel e Felipe.

            Jardel, defesa brasileiro de 32 anos, está nos ‘encarnados’ desde a época 2010/2011 e, apesar de nunca ter sido um titular indiscutível, de há duas época para cá que tem sido dos defesas mais utilizados, exceção feita à temporada passada que fruto de lesões e do altíssimo nível de Lindelof apenas realizou 8 jogos.

            Para termos uma ideia da importância do defesa para os seus treinadores (seja Jorge Jesus ou Rui Vitória), nas últimas quatro épocas realizou 126 jogos e ainda faltam cerca de um mês e meio para a presente temporada terminar. Além da sua conhecida capacidade atlética, fazendo dele um jogador resistente, forte e rápido, Jardel também tem ‘instinto matador’, visto que desde a época 2014/2015 já marcou 11 golos.

            Do outro lado, estará um compatriota seu, Felipe. O potente defesa ‘canarinho’ de 28 anos encontra-se vinculado aos ‘Dragões’ desde a temporada transata, mas já é dos jogadores mais influentes do balneário Portista e até já usou a braçadeira de capitão. Com 2334 minutos jogados esta época, Felipe é o jogador mais utilizado por Sérgio Conceição na equipa ‘azul e branca’.

            O jogador brasileiro chegou e convenceu os adeptos e colegas de equipa. O Porto necessitava de um defesa-central potente, forte no jogo aéreo e nos lances divididos, e foi então que no verão de 2016 adquiriu 75% do passe do jogador por 6,2 milhões de euros. Em (quase) duas épocas pelo Porto fez 84 jogos e marcou 7 golos. Em termos internacionais, Felipe já foi chamado por duas vezes, mas nunca somou qualquer minuto com a camisola do seu país, tendo como um dos principais objetivos representar o Brasil no Campeonato do Mundo da Rússia.

            Ao que tudo indica, ambos vão jogar a titular no Clássico, jogo este marcado para domingo, dia 15, no Estádio da Luz.

VAVEL Logo