Mundial 2018: Rússia

Mundial 2018: Rússia

A anfitriã do Campeonato do Mundo 2018 defronta a Arábia Saudita, o Egito e o Uruguai no Grupo A. Alan Dzagoev é a principal arma da Rússia, renovada após a saída de Leonid Slutsky do comando técnico, em 2016.

simao-carvalho
Simão Carvalho

Depois da fraca campanha realizada no Euro 2016, a seleção russa sofreu alterações no comando técnico. Leonid Slutsky foi dispensado das funções de selecionador nacional. O escolhido para liderar a Rússia no Mundial 2018 é Stanislav Cherchesov, que outrora ocupou o cargo entre 1992 e 2000.

A equipa russa peca por falta de juventude, tendo uma média de idades bastante alta, sendo o seu jogador mais velho Ignashevich, com 38 anos. A ausência mais sentida no plantel é Aleksandr Kokorin, avançado do Zenit que sofreu uma rotura dos ligamentos cruzados em março. O craque desta seleção é Alan Dzagoev, goleador do CSKA de Moscovo.

A Rússia é o palco do Campeonato do Mundo 2018. Os caseiros encontram-se no Grupo A, juntamente com a Arábia Saudita, o Egito e o Uruguai.

Guarda-redes: Igor Akinfeev, Vladimir Gabulov e Andrey Lunev;

Defesas: Vladimir Granat, Fyodor Kudryashov, Ilya Kutepov, Andrey Semyonov, Sergei Ignashevich, Mário Fernandes e Igor Smolnikov;

Médios: Yury Gazinsky, Aleksandr Golovin, Alan Dzagoev, Aleksandr Yerokhin, Yuri Zhirkov, Daler Kuzyayev, Roman Zobnin, Aleksandr Samedov, Anton Miranchuk e Denis Cheryshev;

Avançados: Artem Dzyuba, Aleksei Miranchuk e Fyodor Smolov.

VAVEL Logo