Fraca exibição e um ponto para cada lado

Fraca exibição e um ponto para cada lado

Brasil e Suiça empatam na primeira jornada do grupo E. A seleção canarinha teve muitas dificuldades perante forte defesa da Suiça.

marcelo-morais
Marcelo Morais

O estádio Rostov Arena foi o palco da estreia de brasileiros e suiços neste Campeonato do Mundo. A canarinha partia como favorita para vencer este jogo. O onze inicial de Tite não apresentou surpresas. O benfiquista Seferovic foi titular no conjunto helvético.

O Brasil assumiu desde cedo o comando do jogo. Apesar disso, as iniciativas atacantes não estavam a ter sucesso, muito por culpa da falta de inspiração dos homens da frente de ataque. Gabriel Jesus esteve “escondido” durante o jogo todo e o próprio Neymar apenas apareceu em alguns lances perigosos na parte final do encontro.

Foi um jogo com ritmo baixo. O golo da seleção brasileira chegou num dos raros momentos de inspiração dos avançados brasileiros. À passagem do minuto 20, Coutinho rematou a bola fora da grande área e colocou-a no fundo das redes, sem qualquer hipótese de defesa para Sommer. Grande golo do jogador do FC Barcelona.

Já na segunda metade do jogo, ao minuto 50 a Suiça chega ao empate num cabeceamento de Steven Zuber. Os jogadores brasileiros pediram falta por empurrão do jogador suíço a Miranda mas o árbitro validou o golo.

A partir daqui o Brasil empenhou-se mais na procura do golo. Fernandinho entrou para o lugar de Casemiro, Renato Augusto para o lugar de Paulinho e Firmino substitui Gabriel Jesus. Nos últimos 10 minutos o Brasil tentou chegar ao golo da vitória de várias formas mas não foi capaz. A Suiça consegui manter a sua consistência defensiva até ao apito final.

Na próxima jornada o Brasil defronta a Costa Rica e a Suiça joga com a Sérvia.

VAVEL Logo