Penáltis colocam a Croácia nas meias e terminam com o sonho russo

Croatas marcam encontro com a Inglaterra, ao passo que os anfitriões dão por terminada a participação no 'seu' Campeonato do Mundo.

Na noite deste sábado, a Croácia carimbou o passaporte para as meias-finais do Mundial. No último encontro dos quartos de final da prova da FIFA, a equipa orientada por Zlatko Dalic precisou do desempate pelas grandes penalidades para conseguir eliminar a Rússia.

Mesmo estando por cima do jogo, os croatas viram-se a perder ainda na primeira parte. À passagem do minuto 31Denis Cheryshev tentou a sorte com um remate potente e colocado, e a bola só parou no fundo das redes à guarda de Danijel Subasic, que nada pôde fazer para evitar o golo. Estava inaugurado o marcador desta partida, e logo com uma autêntica obra de arte.

A Croácia, contudo, não demorou muito a reagir, e aos 39' já tinha restabelecido a igualdade: Mario Mandzukic cruzou com conta peso e medida para a cabeça de Andrej Kramaric, que finalizou com qualidade para apontar o 1-1. O resultado com o qual chegaríamos não só ao intervalo, como ao fim dos 90 minutos. Seguia-se o prolongamento.

No tempo extra, e na sequência de um pontapé de canto a favor da Croácia, Domagoj Vida saltou mais alto que toda a gente para voltar a colocar a sua seleção na frente do marcador; jogava-se o minuto 101, em plena reta final do prolongamento.

Só que a Rússia ainda tinha uma palavra a dizer. Nos segundos 15 minutos, aos 115', mais precisamente, Mário Fernandes também fez valer o seu jogo aéreo para, com um bom cabeceamento, voltar a deixar tudo empatado, desta vez em 2-2. O golo do lateral, nascido no Brasil mas de nacionalidade russa, levava a decisão destes quartos de final para as grandes penalidades.

Na marca dos onze metros, os croatas voltaram a ser superiores (3-4), tal como já tinha acontecido nos oitavos, diante da Dinamarca. Mário Fernandes passou de 'herói' e 'vilão' numa questão de minutos, ele que foi um dos russos a falhar o seu penálti - atirou ao lado da baliza de Subasic. Na cobrança decisiva, Ivan Rakitic não tremeu perante Igor Akinfeev, e colocou o seu país nas meias-finais do Campeonato do Mundo, onde irá defrontar a Inglaterra, na próxima quarta-feira (11), às 19:00.

A seleção dos Balcãs já não disputava uma meia-final de um Mundial há 20 anos, desde o França'1998, no qual foi derrotada pelos anfitriões, que viriam a levantar o troféu, por 2-1.