Um empate que soube a pouco

Um empate que soube a pouco

A seleção portuguesa empatou com a Croácia a uma bola, na última partida que realizou antes da estreia na Liga das Nações.

goncalo-santos
Gonçalo Santos

Na noite desta quinta-feira, perante mais de 26 mil adeptos, no Estádio do Algarve, Portugal e Croácia empataram em 1-1. Foi o primeiro teste da Equipa das Quinas no pós-Mundial'2018, e o último antes da participação na Liga das Nações da UEFA.

Diante da seleção vice-campeã mundial, neste encontro de cariz particular, a turma de Fernando Santos foi, no geral, a melhor equipa em campo. Foram os lusos que entraram melhor na partida, e que tiveram, quase sempre, a iniciativa ofensiva.

Ainda assim, o fulgor português perdeu-se durante alguns momentos após o quarto de hora inicial. E foi o suficiente para a Croácia chegar à vantagem. Na sequência de uma jogada rápida de ataque, a bola tabelou em Pepe, já na área lusa, e sobrou para Ivan Perisic, que finalizou de primeira com bastante precisão, não dando quaisquer chances de defesa ao guarda-redes Rui Patrício, e inaugurando o marcador. Disputava-se o minuto 18 do encontro.

Portugal, no entanto, soube reagir ao golo sofrido, e voltou a jogar maioritariamente no meio-campo da Croácia. Na impossibilidade de chegar com perigo à baliza de Lovre Kalinić, foi através de um pontapé-de canto batido à maneira curta - uma tendência no conjunto luso neste jogo - que o campeão europeu chegou ao empate. Bernardo Silva meteu a bola em campo, Pizzi cruzou com conta, peso e medida, e Pepe cabeceou para o fundo das redes croatas, restabelecendo a igualdade, aos 38 minutos. O central conseguiu coroar a sua 100ª internacionalização com um golo.

A equipa portuguesa ainda teve tempo para terminar o primeiro tempo por cima no jogo, mas já não conseguiu chegar ao tão desejado golo. Na segunda parte, contudo, a toada do jogo mudou por completo durante grande parte do tempo.

Duas faces totalmente distintas

No reatamento, após o intervalo, tanto Portugal como a Croácia não pareciam muito interessados em gastar muitas energias em chegar ao golo do empate. A seleção dos Balcãs limitava-se a trocar a bola, muitas vezes, no seu próprio meio-campo, enquanto os pupilos de Fernando Santos tentavam recuperar a posse para saírem em contra-ataque. Com um Bruma em bom plano, mas com André Silva e Gelson Martins (que rendeu Bernardo Silva ao intervalo) bastante desinspirados, a bola acabou por chegar poucas vezes a zonas próximas da baliza croata.

Mas tudo mudou à passagem do minuto 78. Na sequência de um contra-ataque rápido, Mário Rui cruzou para a área da Croácia e Hrvoje Milić, tentando afastar a bola, acabou por mandá-la ao poste da sua própria baliza. A partir daí, a seleção portuguesa voltou a mostrar um futebol de ataque, tendo tido inclusive várias oportunidades para sair do Algarve com a vitória. Maioritariamente por falta de pontaria dos jogadores lusos, no entanto, o empate acabou por persistir até ao apito final do árbitro espanhol Estrada Fernández. Empate esse que soube a pouco para uma equipa que se revelou superior durante quase todos os momentos do jogo.

Noite de estreias... e regressos

Diante da Croácia, Fernando Santos promoveu duas estreias absolutas na seleção principal do nosso país: a do portista Sérgio Oliveira e a do benfiquista Gedson Fernandes.

Além disso, o selecionador deu novas oportunidades a alguns futebolistas que não foram chamados para o Campeonato do Mundo da Rússia. Foram os casos de João Cancelo, Rúben Neves, Pizzi, Bruma, Rony Lopes e Renato Sanches. O jogador do Bayern Munique foi bastante bem recebido pelo público algarvio neste seu regresso à seleção.

Sendo um encontro particular, para o qual decidiu não chamar o capitão Cristiano Ronaldo, Fernando Santos aproveitou o cariz da partida para testar algumas soluções antes do arranque da Liga das Nações, mas também para poupar, dando-lhes um tempo de utilização limitado, alguns dos seus jogadores mais importantes.

Para a próxima, já é a doer

Agora, segue-se a nova prova de seleções da UEFA. O conjunto português têm encontro marcado com a Itália para segunda-feira (10), num duelo válido pela primeira jornada do grupo 3 da Liga A da Liga das Nações.

A partida está agendada para as 19h45, e será disputada no Estádio da Luz, em Lisboa.

VAVEL Logo