Frederico Varandas é o novo presidente do Sporting
Varanas foi eleito presidente do Sporting. #UnirOSporting

Frederico Varandas é o novo presidente do Sporting

Antigo diretor clínico chega à presidência depois de ter vencido as eleições com maior participação da história do clube.

goncalo-santos
Gonçalo Santos

As urnas encerram por volta das 20h da noite deste sábado, mas só depois da 2h da madrugada é que os resultados oficiais foram divulgados e confirmaram: Frederico Varandas é o 43º presidente da história do Sporting Clube de Portugal.

O antigo diretor clínico do emblema lisboeta, ao qual chegou em 2011, reuniu 42,32% dos votos dos sócios leoninos, número que se revelou suficiente para para fazer de Varandas o novo líder máximo verde e branco.

Muito próximo do candidato da lista D ficou João Benedito. O ex-guarda-redes do futsal do Sporting arrecadou a segunda posição, mesmo tendo aglomerado um maior números de votantes, com 36,84% dos votos - o número de votos a que cada sócio tem direito varia conforme a sua antiguidade de afiliação ao clube.

A fechar o pódio, ficou José Maria Ricciardi. O banqueiro conseguiu 14,55% do total de votos.

Estes foram os resultados finais das eleições para a presidência do Sporting:

Frederico Varandas (Lista D) 42,32% - 45019 votos (8717 votantes)

João Benedito (Lista A) 36,84 % - 39187 votos (9735 votantes)

José Maria Ricciardi (Lista B) 14,55% - 15481 votos (2594 votantes)

Dias Ferreira (Lista F) 2,35% - 2504 votos (526 votantes)

Tavares Pereira (Lista G) 0,90% 954 votos (197 votantes)

Rui Jorge Rego (Lista E) 0,51% - 544 votos (98 votantes)

*Votos em branco: 2350 votos (2,21%) - 44 votantes

**Votos nulos: 328 votos (0,31%) - 88 votantes

"Prometo ser campeão, é uma missão!"

Alguns minutos da confirmação oficial da sua vitória, Varandas subiu a um pequeno palco na Praça do Centenário, próxima ao Estádio José Alvalade, para discursar, pela primeira vez, como novo presidente do Sporting.

Perante algumas dezenas de adeptos, Varandas mandou uma mensagem de "respeito" para os outros candidatos, falou no orgulho que representa ter vencido as eleições, mas, mais importante, fez uma promessa aos sportinguistas: ser campeão nacional de futebol.

"A minha primeira palavra vai para os candidatos à presidência do Sporting: Rui Rego, Dias Ferreira, José Maria Ricciardi, João Benedito e Fernando Tavares Pereira. A todos eles saúdo, a todas as pessoas que acompanharam as suas listas e a todo os sportinguistas que o acompanharam. O meu respeito. São sportinguistas que acreditavam que era esse o melhor para o Sporting. Somos todos Sporting".

"É uma vitoria simbólica e muito importante. Esta é uma vitória da independência, da resistência, da resiliência, da superação e é assim que vai ser o Sporting: um clube que não vai ceder nem vacilar, que nunca vai abdicar dos seus valores e ideais. Nunca!".

"Para terminar vou tirar uma das coisas que guardei desde o dia 20 de maio e que nuca mais tive de coragem de olhar: a medalha de prata de finalista da Taça de Portugal. Esta medalha, mais cedo ou mais tarde, irá com a taça de campeão nacional para o museu do Sporting. Eu prometo, é uma missão e vou cumprir até ao fim!".

Um ato eleitoral histórico

Estas foram as eleições à presidência mais concorridas da história do Sporting. No total, contabilizando os que foram a Alvalade votar pelas urnas e por voto eletrónico, e ainda aqueles que votaram por correspondência, participaram mais de 22 mil associados leoninos.

Um número recorde, superior aos mais de 18 mil sócios que votaram nas eleições de 2017, que nas quais Bruno de Carvalho garantiu a permanência no leme do Sporting, até ter sido destituído, em junho deste ano. Varanas é o seu sucessor.

VAVEL Logo