"Estávamos fora de tudo e agora já nos querem pôr na frente de tudo"

"Estávamos fora de tudo e agora já nos querem pôr na frente de tudo"

José Peseiro fez a antevisão da partida frente ao Sporting de Braga a contar para a quinta jornada

RuiLopes97
Rui Lopes

  Na véspera do encontro que encerra a jornada cinco do campeonato português, o treinador do Sporting, José Peseiro, fez a antevisão à partida frente ao Braga e mostrou-se cauteloso mas confiante e com vontade de conquistar os 3 pontos no terreno dos minhotos. 

  "6 jogos e 5 vitórias são números que podem dar confiança, autoestima individual e coletiva, mas o que conta é o que fazemos amanhã. Estamos motivados, confiantes até pelos resultados até agora. Pelo que valemos e podemos valer ainda, o que podemos fazer para sermos melhores.", deixando bem claro o objetivo para o jogo desta segunda-feira. "Queremos mostrar competência e qualidade, coisas que que temos, num jogo difícil mas que queremos vencer."

  O treinador dos leões falou da capacidade de crescimento que a equipa ainda tem. "Nós não somos calimeros, mas também não nos vamos pôr onde nos querem pôr.  No início da época estávamos fora de tudo e agora já nos querem pôr na frente de tudo. O Sporting tem responsabilidade de entrar em todos os jogos para ganhar, de disputar todos os jogos. Estamos a jogar melhor do que as pessoas vão dizendo.", abordando em seguida o onze titular e eventuais mexidas na equipa. "Temos jogado com quatro titulares da época passada, não são sete ou dez ou 11. Sabemos do valor e da qualidade que temos, a nossa equipa tem muita capacidade de crescimento. Vocês falam do Gudelj, mas quantas vezes ele jogou no Sporting? Uma. Não foram 20 vezes seguidas. Não é fugir com o rabo à seringa, mas é pôr as coisas como nós queremos que seja. Não como os outros querem que seja."

  José Peseiro teve também oportunidade para falar sobre o adversário, colocando os minhotos como candidatos ao título. "Sim, o Braga cada vez está mais próximo, não sou o único a dizer. No ano passado ficou muito perto, a seis pontos do primeiro classificado. Penso que sim. É um clube que vende como vende, que já vai buscar jogadores do patamar dos grandes.", deixando elogios à formação orientada por Abel Ferreira e abordando números do passado recente. "É uma equipa boa, mantém o treinador e a base do plantel, na época passada não ficou com os mesmo pontos do Sporting porque perdeu no Rio Ave. Está muito mais próximo dos grandes do que das outras equipas, os seus responsáveis demonstram ambições de tornar este Braga campeão a curto/médio prazo. Nas últimas épocas, em quatro jogos o Sporting perdeu dois, empatou um e venceu outro. O Braga tem tendencialmente, com mérito, melhores resultados do que o Sporting. Mas os números do passado contam pouco, sabemos a qualidade que têm."

  Ainda houve espaço para comentar as várias posições que Acuña vem desempenhando nas partidas do Sporting. "Acuña tem versatilidade, já jogou a extremo, a médio interior e lateral esquerdo. A gestão tem a ver com o que é determinante para cada jogo, mas é também gestão do esforço."

  O embate entre os dois clubes está agendado para esta segunda-feira, às 20:15h.

VAVEL Logo