Sporting soma e segue

Sporting soma e segue

Os leões eliminaram o Loures na noite deste sábado a contar para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal e seguem em frente rumo ao Jamor.

ana-gomes
Ana Gomes

Com uma primeira parte onde o Sporting foi dominador, o primeiro remate em direção à baliza só foi concretizado aos 16' e pelo pé de Nani.

Após esta primeira tentativa também Bruno Fernandes e Jovane Cabral tentaram a sua sorte, mas tal só surgiu um tempo depois.

O primeiro golo dos leões surgiu ainda antes do intervalo. Bruno Fernandes, aos 42', dá "um tiro do meio da rua" e o guarda-redes Miguel Soares, apesar de se ter feito ao lance, não teve sucesso. Estava feito o primeiro golo leonino e a equipa visitante ia mais tranquila para a pausa.

Após a pausa, aos 49', Filipe Gaspar derruba Jovane na área e o árbitro da partida não tem dúvidas e assinala grande penalidade para o Sporting. Bruno Fernandes é chamado a marcar, mas valeu a defesa de Miguel Soares para impedir o segundo tão cedo.

No entanto, 7 minutos mais tarde, aos 56', Nani não perdoa e marca definitivamente o segundo para confirmar a vitória da equipa de Alvalade, após a defesa do guarda-redes lourense ao remate do jovem Jovane.

Até aos 90'+2 houve grandes oportunidades para cada uma das equipas, mas foi mesmo a do Campeonato de Portugal que ainda marcou o golo de honra. Foi Juninho quem rematou forte para dentro da baliza de Renan e levantou os adeptos da sua equipa no estádio de Alverca para o aplaudirem.

O golo no último minuto não foi suficiente para a equipa visitada e o adversário da primeira liga segue mesmo em frente na competição rumo ao objetivo traçado por Peseiro na conferência de imprensa do dia anterior.

O técnico na flash, admitiu a superioridade da sua equipa, mas aplaudiu o esforço do adversário numa pior fase do Sporting, " quando baixamos a intensidade do jogo foi quando o adversário criou a oportunidade de golo", considerando ainda que "na parte final não estávamos como queríamos".

Quanto às alterações para este jogo, referiu que havia vários jogadores que não têm tanta oportunidade para jogar e que foi resultado terem "jogadores a jogarem a ritmos diferentes", como afirmou.

Ainda antes de terminar deixou o seu contentamento pelo jogo de Carlos Mané que esteve de regresso, " tivemos um bom jogo do Mané que não jogava há muito tempo", acrescentando ainda que agora é "só preparar o próximo jogo que é já na quinta-feira".

 

VAVEL Logo