Goleada e recorde de pontos no 'dia da formação' em Alvalade 
Sporting voltou a vencer na Liga Europa. GettyImages

Goleada e recorde de pontos no 'dia da formação' em Alvalade 

Sporting venceu o Vorskla Poltava por 3-0 no encerramento da fase de grupos da Liga Europa.

goncalo-santos
Gonçalo Santos

Impossibilitado de lutar pelo primeiro lugar do grupo E desta Liga Europa, ainda que com o apuramento para os 16 avos de final já garantido, o Sporting entrou em campo, para receber o Vorskla Poltava, nesta quinta-feira, com algumas surpresas no onze. E não foi por isso que se deixou de viver uma excelente noite de futebol em Alvalade, que terminou em nova goleada favorável ao conjunto orientado por Marcel Keizer, desta feita por 3-0.

Neste encontro que marcou o final da fase de grupos da prova da UEFA, o técnico holandês fez descansar vários dos habituais titulares da equipa. Mesmo assim, a turma verde e branca dominou, jogou de forma rápida e focada no ataque, e acabou por construir novo resultado avolumado no 'reinado' de Keizer. E ainda houve tempo para as estreias de jovens futebolistas formados na academia; mas já lá vamos.

Em termos práticos, esta partida tinha poucos motivos de interesse. Afinal, o Sporting já não podia ascender à primeira posição do grupo, mas também não corria o risco de perder o segundo posto, o último de acesso à próxima fase. A motivação dos jogadores leoninos, porém, fez-se notar desde o apito inicial do árbitro austríaco Manuel Schüttengruber.

De tal forma que, logo aos 17 minutos de jogo, Fredy Montero já havia inaugurado o marcador: o avançado colombiano, utilizado pela primeira vez por Keizer, aproveitou uma falha da defensiva do Vorskla para, de cabeça, apontar o 1-0.

O leão, contudo, não se ficou por aqui, e ainda marcou em duas ocasiões na primeira parte, fixando o resultado final nos primeiros 45 minutos do jogo: assistido por Bruno Fernandes, Miguel Luís (35') estreou-se a marcar pela equipa principal, com uma finalização à boca da baliza ucraniana, e Ardin Dallku (44') deu uma ajuda com um auto-golo, na sequência de um alívio infeliz; novamente, após passe de Bruno Fernandes.

No segundo tempo, o Sporting não abdicou de procurar um novo golo, mas já não foi capaz de voltar a bater o guarda-redes Oleks Tkachenko. Todo o destaque foi, por isso, para as substituições operadas por Keizer, que deu minutos a três jovens da formação: Thierry Correia, que já se havia estreado diante do Qarabag, e ainda Pedro Marques e Bruno Paz, duas estreias absolutas na primeira equipa.

E a verdade é que o trio deixou ótimas indicações; Pedro Marques, em particular, esteve bastante ativo na frente de ataque verde e branca, e chegou mesmo a estar perto de marcar um excelente golo de calcanhar, num lance, porém, que acabou por ser invalidado pela equipa de arbitragem, por fora de jogo.

Feito o rescaldo da noite, foi mais uma noite positiva para as hostes leoninas, que têm cada vez mais motivos para sorrir com Keizer ao leme da equipa. O holandês soma cinco vitórias em outros tantos jogos disputados no comando técnico do Sporting, cumpriu a sua primeira partida sem sofrer golos desde que chegou a Lisboa, aparenta estar a dar enorme importância às camadas jovens do clube, e, note-se, permitiu aos leões realizarem a melhor fase de grupos europeia da sua história, com um total de 13 pontos conquistados (6 deles foram da responsabilidade de José Peseiro, e 1 de Tiago Fernandes).

Os leões ficarão a conhecer o seu próximo adversário nesta Liga Europa na segunda-feira (17), aquando do sorteio dos 16 avos de final da competição. Estes são os possíveis adversários da equipa portuguesa, que não figura do lote dos cabeças de série, na próxima fase:

Nápoles (Champions)
Inter Milão (Champions)
Valencia (Champions)
Bayer Leverkusen (grupo A)
Salzburgo (grupo B)
Zenit (grupo C)
Dínamo Zagreb (grupo D)
Betis (grupo F)
Villarreal (grupo G)
Eintracht Frankfurt (grupo H)
Genk (grupo I)
Sevilha (grupo J)
Dínamo Kiev (grupo K)
Chelsea (grupo L)
 

VAVEL Logo