FC Porto recebe Liverpool

FC Porto recebe Liverpool

Depois da derrota em Inglaterra por 2-0, é a vez do Liverpool vir ao Estádio Dragão para jogar a segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

filipa-rocha
Filipa Rocha

Ambas as equipas demonstram motivação em chegar o mais longe possível nesta prova. Nada está perdido para o FC Porto avançar mais uma etapa na Liga dos Campeões, mas o caminho é difícil. A equipa portuguesa precisa de marcar três golos no tempo regulamentar, ou dois nos 90 minutos, sem sofrer nenhum e marcar outro golo no prolongamento, e novamente sem sofrer. 

Na conferência de imprensa, Sérgio Conceição não poupou os elogios aos "red", apesar de saber que é um jogo complicado, dizendo que "o jogo fica difícil de preparar pela desvantagem de dois golos na frente a uma equipa muito forte nas saídas rápidas para o ataque". O técnico azul e branco acrescenta, ainda, o que a equipa deve ter em atenção, "o equilíbrio quando tivermos no nosso processo ofensivo será fundamental para não sofrer golos, o controlo do espaço será fundamental. Depois, teremos de ser eficazes do ponto de vista ofensivo e aproveitar as ocasiões que vamos ter, algo que não aconteceu no primeiro jogo".

Herrera sente que ele próprio e a equipa estão motivados para este jogo e para alcançarem a vitória, "Na Champions, eles têm vantagem, mas eu acredito nas nossas capacidades como equipa e jogadores, sinto que temos condições para seguir em frente nesta prova", Também Sérgio Conceição não esconde a motivação, afirmando que "não há motivação maior do que estar a disputar os quartos de final da Liga dos Campeões e poder fazer uma reviravolta histórica e estar presente nas meias finais." O técnico acrescentou, ainda, que " a nossa motivação é o trabalho que fazemos diariamente".

A equipa azul a branca não poderá contar com Corona que está lesionado desde o jogo com o Portimonense e não tem mostrado melhorias na recuperação. Aboubakar voltou aos treinos integrados com a equipa.

Sadio Mané, que joga na posição de avançado também não poupou elogios à equipa do FC Porto, dizendo que "é um grande clube e eu sigo-o há muito tempo. Tem muitos jogadores africanos felizes e estão a ter um desempenho muito bom, especialmente Marega, que marca muitos golos". Também o colega de equipa, Andrew Robertson, revelou que o FC Porto é diferente quando joga em casa, revelando que "temos de estar a 100 por cento. Temos de recuperar e garantir que estamos prontos para segurar um lugar nas meias finais".

A equipa inglesa não poderá contar com Dejan Lovren e Oxlode Chamberlain devido a lesões.

O encontro entre as duas equipas, no Estádio do Dragão está marcado para esta quarta-feira, pelas 20 horas.

VAVEL Logo