Sporting vence na Choupana
Fonte: A Bola

Sporting vence na Choupana

Nacional e Sporting medem forças num duelo a contar para a 30ª jornada da Liga NOS. A equipa de Lisboa venceu pela distância mínima.

joanacoelho
Joana Coelho

Foi com o desejo de somar mais três pontos que o Nacional entrou em campo. A equipa necessitava de mais pontos para tentar escapar da descida e não facilitou a vida ao Sporting. Os primeiros minutos foram da equipa madeirense, com maior posse de bola. Ainda assim, foi o Sporting que mais remates de perigo teve.

Logo aos 3' foi a vez de Bruno Fernandes rematar, mas Daniel defendeu. O Nacional, em resposta, obrigou Salin a defender um cabeceamento de Júlio César, após livre de Vítor Gonçalves.

Aos 14' de novo Bruno Fernandes. Desta vez com uma assistência fantástica para Ristovski, mas o defesa adiantou-se e o lance acabou por se perder. Do lado do Nacional, João Camacho conseguiu desmarcar-se na área, mas na hora de receber a bola Coates fez o corte.

À entrada dos vinte minutos, Bruno Fernandes combinou com Diaby, mas o remate acabou por ir à figura. Mais tarde, Diaby volta a rematar forte e obriga Daniel a uma difícil defesa. 

Aos 36' Acuña faz um cruzamento para Luíz Phellype que desviou de calcanhar, para ver a bola passar muito perto da baliza. Ao bater dos 40' Jovane recebe a bola pela direita e rematou, mas Daniel defende bem para canto.

Apesar dos lances perigosos que iam ocorrendo, em especial, pelo lado do Sporting, a primeira parte terminou com o resultado a nulo.

A segunda parte começou e o Sporting logo mostrou perigo. Aos 53' Doumbia arranca pela esquerda e cruza a bola para Diaby. Na hora de encostar para o golo, Rosic conseguiu o corte. Em consequência, o canto é lançado, a defesa do Nacional afasta e Mathieu, à entrada da área e na recarga atira, mas passa ao lado.

O Sporting entrou mais em cima do jogo e foi somando mais posse de bola, enquanto que o Nacional tentava jogar mais à defesa. Ainda assim, aos 63' o primeiro golo da noite surge e vai para os leões. Acuña bate o livre e Coates falha o cabeceamento. Mas Luiz Phellype aparece no segundo poste e encosta com facilidade para dentro da baliza. 

Em resposta, Rochez bate um livre que passa muito próximo da barra. Porém, caso fosse golo, o livre era invalidado pois o jogador deu dois toques na bola. 

A partir do golo as duas equipas baixaram mais o rendimento e o Sporting tentava jogar apenas para segurar a vantagem mínima. Ainda assim, as oportunidades iam surgindo e perto dos noventa minutos Jefferson cruza para a receção de Diaby que fez o remate. Mas a bola acaba por sofrer um desvio num jogador do Nacional e passa muito próxima do poste.

A partida terminava com o Sporting a vencer por 0-1. Desta forma, os leões seguraram o terceiro lugar e distanciaram-se do SC Braga. 

VAVEL Logo