Tudo em aberto para Inglaterra

O jogo começou com rendimento baixo. As duas equipas pareciam estar a estudar a melhor forma de sair triunfante na partida e só aos 19' é que os lances de perigo se começaram a notar. 

Primeiro foi Da Costa, que depois de receber a bola de cruzamento, tentou chegar à baliza. Mas Kepa chegou a tempo de fazer o corte. Mais tarde, Kotic bateu o livre, a bola passou por toda a área e Abraham surgiu a tentar o golo. Mas, acabou por rematar por cima.

O Frankfurt ia mostrando mais dificuldades e os adeptos mostravam o seu desagrado com assobios. Ainda assim, foi o primeiro a marcar. Depois de Gelson Fernandes ter feito uma fantástica recuperação de bola, Gacinovic lançou Kostic pelo corredor esquerdo. O extremo cruzou para a área e Jovic, junto do primeiro poste, apenas teve de cabecear para golo.

Aos 28', numa tentativa de resposta, Pedro faz um cruzamento forte, mas a bola acaba por passar perto do poste. 

O Chelsea foi crescendo na sua intensidade de jogo e, mesmo ao bater do intervalo, empata a partida. Depois de William bater o canto e da defesa alemã afastar, o Chelsea conseguiu recuperar a bola. Loftus-Cheek encontra Pedro numa posição favorável, deixa-lhe a bola e o espanhol rematou forte de pé esquerdo para o golo. Estava, assim, feito o empate. 

 

A segunda parte começou e a equipa inglesa podia ter chegado ao segungo golo. Loftus-Cheek fez a jogada individual e, à entrada da área, fez uma combinação fantástica com Pedro. Depois de ter deixado a bola para o espanhol, este devolve-se e Lofus-Cheek remata, mas foi cima da trave.  Aos 60' David Luiz bate um livre frontal com estrondo e a bola bate na trave. 

Aos 75' Loftus-Cheek remata forte, para a defesa de Trapp. Hazard tentou a recarga, mas a bola acabou por fazer um desvio e passou ao lado. Minutos depois, Hazard bateu o livre e David Luiz tentou o golo, mas cabeceou contra a figura.

Ao bater dos últimos dez minutos, o Frankfurt ficou a pedir uma grande penalidade, mas no entender do árbitro, Emerson cortou a bola com o peito.

Pouco tempo depois, e após um bom trabalho de Da Costa sobre a esquerda, há o cruzamento para área, mas Gonçalo Paciência não chega a tempo por pouco.

Aos 85' Abraham, recebeu a bola de canto, e cabeceou à trave.

A partida terminou com o empate a uma bola, deixando tudo em aberto para o segundo jogo desta eliminatória, que decorrerá no próximo dia 9 de Maio pelas 20h. 

VAVEL Logo