Reyes perde a vida aos 35 anos

O mundo do futebol acordou hoje com a triste notícia da morte de José António Reyes. O jogador espanhol sofreu um acidente de carro hoje de manhã e não resistiu aos ferimentos. Reyes será sempre recordado pelo seu pé esquerdo fantástico que o levaram a triunfar em vários clubes. 

Reyes fez a sua formação no Sevilha FC e estreou-se na equipa titular com apenas 16 anos. Até hoje, é o mais jovem de sempre a jogar com o escudo do Sevilha.

Em 2003, Reyes deixou o Sevilha para assinar pelo Arsenal a troco de 30 milhões de euros. Tornou-se o primeiro espanhol a vencer a Premier League, num ano em que os Gunners terminaram sem derrotas. Em Inglaterra venceu ainda uma FA Cup, uma Community Shield e chegou à final de Champions em 2006. 

Em 2006 chegou ao Real Madrid por empréstimo do Arsenal. O momento alto da sua passagem pelo gigante espanhol foram os seus dois golos frente ao Malhorca que asseguram ao Real Madrid a conquista da sua 30ª Liga. 

Em 2007 rumou ao Atlético de Madrid por 17 milhões. Não foi bem sucedido nos Colchoneros e, um ano depois, chegou a Portugal para representar o Benfica. Durante o ano de empréstimo, Reyes foi uma peça importante nos encarnados e terminou a temporada com a conquista da Taça da Liga. 

Acabada a época no Benfica, Reyes regressou ao Atlético de Madrid e teve uma nova oportunidade. Acabou por vencer a Liga Europa e a Supertaça Europeia, em 2010. 

Mais tarde regressou ao Sevilha onde vencem 3 vezes a Liga Europa de forma consecutiva. Depois disso seguiram-se breves passagens pelo Espanhol, Córdoba e pela China. 

Estreou-se pela seleção espanhola em Guimarães, frente a Portugal em 2003. 

Para além das recordações de uma carreira consolidada, o dia fica marcado pelas milhares de mensagens que o mundo do futebol deixam a Reyes, como última homenagem. 

VAVEL Logo