Mercado de Inverno nos 3 grandes

O destaque desta semana vai os clubes mais a sul. Os encarnados conseguiram emprestar Gedson que já não fazia parte das contas de Bruno Lage há algum tempo. O médio ruma a Inglaterra, mais propriamente à equipa de José Mourinho, o Tottenham. O contrato de empréstimo é válido por uma temporada e meia com opção de compra no final. Em troca os ingleses reembolsaram a Luís Filipe Vieira 4,5 milhões de euros. 

Wallyson, do Sporting, foi vendido a clube da segunda divisão tailandesa. O brasileiro nunca teve espaço na equipa principal de Alvalade e foi sempre emprestado a clubes como o Nice, Standard de Liége, Moreirense, Setúbal e Estoril. 

Quem já não sai de Alvalade (para já) é Coates. O central uruguaio renovou com os leões até junho de 2023 e com mais um ano de opção. 

Difícil de segurar na segunda circular está o capitão leonino. Bruno Fernandes há muito que é cobiçado no estrangeiro e o cerco começa a apertar Frederico Varandas. Desta vez é o Manchester United que pisca o olho ao internacional português. Os ingleses estão dispostos a oferecer 70 milhões pelo médio ao clube lisboeta, menos 30 milhões do que a atual cláusula e mais 10 milhões do que a SAD do Sporting considerava para abrir a negociação.

Com a bússula já apontada para norte, no Brasil correm ventos que também Tiquinho Soares poderá estar de saída. As estatísticas dos últimos jogos têm chamado a atenção de várias equipas e Paulo Fonseca parece estar atento às últimas em Portugal. A proposta do AS Roma deverá render os 20 milhões de euros, 20 milhões abaixo da sua cláusula de rescisão.

Já Warris foi emprestado. O extremo foi cedido ao Strasbourg que no final da temporada fica com o jogador em definitivo. Desde que saiu do Nantes, o ganês, não teve espaço no plantel portista e renderá cerca de 2 milhões à SAD portista que o comprou, em 2018, por 5 milhões ao Lorient. 

Em aberto continua o futuro de Zé Luís. Mourinho volta a atacar o mercado português e desta feita quer contratar o cabo-verdiano aos dragões, assim como Julen Lopetegui que está no Sevilha. Estes já mostraram estar disponíveis para negociar a sua saída a partir dos 20 milhões e a título definitivo. Caso contrário, também poderão aceitar um empréstimo com opção de compra obrigatória no final.

 

 

VAVEL Logo