City vence segundo troféu da época

O técnico espanhol já tem vindo a habituar os adeptos dos citizens a vencer este troféu. Desde que treina o emblema inglês, há quatro anos, esta é a terceira conquista da prova. 

Mas quanto aos feitos do ex-treinador do Barcelona, já lá vamos. Veja-se primeiro o que é que Bernardo Silva e companhia fizeram durante os 90 minutos.

90 minutos como quem diz, uma vez que o português não foi titular nesta final. Para Wembley, Pep Guardiola, poupou alguns dos seus jogadores regulares e fez entrar outros que não têm mais oportunidades.

A equipa de Manchester mostrou logo que este seria a terceira taça consecutiva a viajar para a cidade e aos 20', Aguero, mostra que tinha o pé quente para fazer disparar o 1-0.

 

10 minutos depois, não fossem os Villans achar que teriam a tarefa fácil de empatar a partida, voltam a marcar os segundos classificados da Premier League. Desta vez foi Rodri que do alto do seu 1,91m, cabeceia para o fundo das redes adversárias. 

Ainda antes do intervalo foi a vez da equipa de Birmingham marcar. Samatta pode não ser tão alto como o avançado espanhol do City, mas cabeceou imperialmente para dentro da baliza de Claudio Bravo, substituto de Ederson neste jogo. 

Na segunda parte do encontro, o treinador espanhol, fez entrar alguns dos habituais titulares, entre eles Bernardo Silva e Kevin de Bruyne. Com um resultado a quererem manter os 11 escolhidos continuaram a mostrar a superioridade, ao contrário do oponente que só criou uma ou duas jogadas de relativo perigo. 

No fim do jogo, consagrou-se o 30º troféu ganho por Guardiola em toda a sua carreira enquanto treinador e o oitavo em 4 anos à frente dos comandos técnicos dos azuis de Manchester. 

Com a conquista da taça este ano esta será a sétima para o Man City apenas com o Liverpool à frente com oito. 

 

VAVEL Logo