Djokovic deixa Roland Garros com derrota surpreendente

O ex-número um mundial não foi além dos quartos de final do Major parisiense.

Djokovic deixa Roland Garros com derrota surpreendente
Djokovic deixa Roland Garros com derrota surpreendente

Novak Djokovic foi derrotado esta terça-feira no jogo dos quartos de final do segundo Major do ano pelo italiano Marco Cecchinato, número 72 do ranking ATP, pelos parciais 6-3 7-6(4) 1-6 e 7-6(11).

As 3 horas e meia de partida não foram suficientes para que o ex-número um mundial pudesse dar a volta a um jogo que não começou bem e que acabou por ser sentenciado pelo tenista de Palermo, que já na ronda anterior mandou embora David Goffin (9.º ATP).

Na conferência de imprensa posterior ao jogo, Djokovic  não conseguiu explicar o que lhe aconteceu dentro do court, "o Marco jogou bem, dou-lhe os parabéns pelo jogo que fez. Eu lutei desde o principio mas infelizmente demorei muito tempo a recuperar. No início também tive problemas com uma pequena lesão. Foi uma pena que não tenha aproveitado alguns pontos de break", salientou.

O campeão de Roland Garros de 2016 fez depois uma revelação surpreendente no que diz respeito à época de relva, "não sei se vou jogar a época de relva. Não sei o que vou fazer. Não estou com a cabeça no ténis agora". 

A participação do tenista de Belgrado no segundo Grand Slam da temporada termina  nos quartos de final, tal como aconteceu em 2017 ao perder com Dominic Thiem.