Moto GP: Miguel Oliveira segundo na Argentina

No passado fim-de-semana correu-se o Grande Prémio da Argentina, segunda prova do Campeonato do Mundo de Moto GP. O destaque vai para o português Miguel Oliveira que alcançou o segundo lugar na categoria de Moto 2. De realçar ainda que os vencedores das três categorias foram os mesmos do Grande Prémio anterior.

Moto GP: Miguel Oliveira segundo na Argentina
Foto: Motogp.com

Oliveira em crescimento

O fim-de-semana de Miguel Oliveira desenvolveu-se em constante crescendo. Com efeito, nas três sessões de treinos livres, o piloto português alcançou o 18º, 5º e 2º tempo, respectivamente. 

Com esta evolução na afinação da sua KTM, não seria de espantar que Miguel Oliveira estivesse ao melhor nível no treino de qualificação. Assim, o piloto luso levou a sua moto ao primeiro lugar da grelha, alcançando assim a sua primeira pole position em Moto 2.

Foto: Motogp.com
Foto: Motogp.com

Apesar da boa posição na grelha, a KTM de Oliveira não foi capaz de travar o ímpeto das EG VDS de Franco Morbidelli e Alex Marquez. Estes três pilotos foram gradualmente ganhando terreno relativamente aos adversários, sendo a luta pela vitória disputada entre os dois companheiros de equipa. Tal batalha durou até à última volta, altura em que Marquez caiu, permitindo a Miguel Oliveira ascender ao segundo lugar; o suíço Thomas Luthi completou o pódio.

Mir vê a dobrar

Na categoria de Moto 3 assistimos a uma excelente recuperação de Joan Mir. O espanhol arrancou do 16º lugar da grelha, encetando a sua recuperação logo no arranque.

Cedo o homem da Leopard Racing juntou-se ao grupo da frente, indo ganhando posições com o passar das voltas.
Até final, Mir aguentou os fortes ataques de John McPhee e os restantes pilotos, para garantir a sua segunda vitória da temporada. Para além de Mir e McPhee, Jorge Martin completou o pódio.

Foto: Motogp.com
Foto: Motogp.com

Yamaha para a história

Chegada a vez da categoria rainha de Moto GP, a grande protagonista acabou por ser a Yamaha, devido à performance dos seus dois pilotos: Valentino Rossi e Maverick Viñales.

Foto: motogp.com
Foto: motogp.com

A corrida começou sob a liderança de Marc Marquez; todavia, e quando parecia que o actual campeão do mundo estava a ganhar terreno ao resto do pelotão, Marquez caiu, deixando assim terreno aberto para Maverick Viñales acelerar para a vitória.

Atrás de Viñales ficou o seu companheiro de equipa Valentino Rossi; o italiano partiu do sétimo lugar da grelha, fazendo uma das suas clássicas recuperações rumo a mais um pódio. Para completar o mesmo ficou o britânico Cal Crutchlow. Foi a primeira vez desde 1990 que um piloto da Yamaha conquistou as duas primeiras corridas da temporada.

Foto: motogp.com
Foto: motogp.com