Em jogo emocionante, Bulls vence Nets e está a uma vitória da classificação
Chicago Bulls venceu os três últimos jogos, e agora viaja a Brooklin em busca da próxima fase (Foto: Reprodução/NBA)

Chicago foi o palco de um duelo épico nesta tarde de sábado (27). No quarto jogo da série melhor de sete, o Chicago Bulls recebeu o Brooklin Nets e precisou de três prorrogações para vencer o jogo por 142 a 134.

O início da partida não dava indícios de quão emocionante ela seria. Até o final do segundo quarto o jogo vinha equilibrado e terminou 58 a 55 para o time da casa. Foi no terceiro período que começou o massacre de Brooklin. O time visitante virou e dominou a partida até pouco mais de três minutos para o fim da partida, quando venciam por uma diferença de 14 pontos. Quando muitos torcedores davam a partida como perdida, surgiu o baixinho Nate Robinson, decidindo que aquele não era o momento de entregar. Com apenas 1,70 metro, Robinson marcou 12 pontos seguidos, diminuindo a vantagem para apenas dois pontos. Depois de uma algum tempo com a bola lá e cá, foi com dois rebotes no mesmo arremesso que Joakim Noah, a 24 segundos do fim, empatou o jogo em 111 a 111. Deron Williams ainda tentou um último arremesso, mas sem sucesso.

Na primeira prorrogação, Robinson continuou a fazer a diferença em quadra. Com uma grande jogada do armador, o pivô Noah recebeu a bola, viu uma brecha na defesa e achou Boozer livre para colocar o time da casa a frente do marcador com 25 segundos para o fim. Posse de bola para o Nets e Joe Johnson invade o garrafão para empatar a partida novamente. Mais uma vez, Robinson pega a bola e acerta um arremesso desequilibrado, colocando o time de volta a liderança. Porém, no estouro do cronômetro, Johnson acertou um lindo arremesso para empatar a partida e forçar a segunda prorrogação.

Mais uma prorrogação e o jogo segue igual para os dois lados. Porém, com os times cansados durante os cinco minutos de prorrogação, apenas seis pontos, foram anotados por cada equipe. O Bulls ainda teve mais com o que se preocupar. A estrela do jogo, Nate Robinson fez a sexta falta e foi ejetado do jogo. Joakim Noah ainda teve uma última chance de conquistar a vitória, mas foi bloqueado por Brook Lopez.

No terceiro tempo extra, a equipe de Chicago teve mais um desfalque importante. Joakim Noah, principal defensor da equipe, também cometeu a sua sexta falta e foi retirado da quadra. A preocupação tomou conta dos torcedores presentes, porém a defesa do Bulls contava com Butler, Gibson e Nazr Mohammed, que entrou para continuar o legado que Robinson deixou. Com uma marcação mais sólida, o time da casa dominou o garrafão, obrigando o Brooklin a chutar de longe e forçando erros. Mohammed, Boozer e Deng foram os responsáveis por deixar mais uma vez o Bulls na frente, e dessa vez sem ceder o empate novamente. Final de jogo histórico e terceira vitória de Chicago seguida.

O time de Chicago lidera a série em 3-1 e o próximo confronto será na segunda-feira (29) no Barclays Center, no Brooklin.

Destaques da Partida

Nate Robinson - 34 pontos, sendo 25 no quarto período

Joakim Noah - 15 pontos e 13 rebotes

Kirk Hinrich - 18 pontos e 14 assistências

Deron Williams - 32 pontos e 10 assistências

Brook Lopez - 26 pontos e 11 rebotes

VAVEL Logo