Atlético de Madrid joga mal e é goleado pelo Osasuna

Após vencer o Milan pela Uefa Champions League no meio da semana, o Atlético de Madrid entrou em campo contra o Osasuna pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol. A partida ocorreu no Estádio Reyno de Navarra, em Pamplona, neste domingo (23), onde foram derrotas pelos donos da casa pelo placar de 3 a 0, com gols de Alvaro Cejudo, Armenteros e Roberto Torres.

O técnico Simeone, que contava com algumas peças importantes penduradas por acumulo de cartões, começou a partida sem alguns titulares para evitar uma possivel suspensão. O que ele não esperava, era a intensidade imposta pelo Osasuna, que em apenas 20 minutos jogados já tinha 2 a 0 a favor no placar, sem essas peças importantes, o meio campo Colchonero não conseguiu criar nenhuma jogada de risco na primeira etapa, e ainda antes do fim dela, viu os Rojillos ampliarem para 3 a 0 o marcador. Na segunda etapa com as entradas de Koke e Raúl García, o Atlético melhorou no jogo e conseguiu criar jogadas de risco ao gol do goleiro Andrés Fernández, mas não conseguiu mudar o placar do primeiro tempo.

Com está derrota, o Atlético continua na 3ª colocação com 60 pontos, atrás do Barcelona que tem os mesmos 60 por ter perdido na rodada. O Real Madrid que venceu, agora lidera o campeonato sozinho com 63 pontos. O Osasuna ganhou duas posições e agora está em 12º com 29 pontos.

O próximo jogo do Atlético de Madrid será no domingo (2) no Vicente Calderón, enquando o Osasuna enfrenta o Levante fora de casa no sabado (1).

Osasuna pressiona e faz dois gols em 20 minutos

O jogo começou movimentado, e a primeira finalização veio aos dois minutos com o Osasuna, Bertran chutou de fora da área, mas a finalização foi fraca e Courtois defendeu sem problemas. Em resposta, o Atlético chegou pela esquerda com Filipe Luis, o lateral cruzou e a zaga afastou, no rebote Diego Ribas chutou a esquerda do gol de Fernández.

Aos 4, Torres e Cejudo tabelaram na entrada da área dos colchoneros, que afastaram o perigo pra escanteio. Em seguida, na cobrança ensaiada de escanteio, Armenteros cruzou na medida para Cejudo que chegou livre por traz da zaga e finalizou de primeira para vencer Courtois e abrir o placar para os Rojillos. Aos oito minutos, Silva fez cruzamento, a zaga Colchonera tentou afastar e quase marcou contra, a bola passou rente a trave de Courtois. Pouco depois, Diego Ribas tentou jogada individual, mas sua finalização parou na defesa do Osasuna que estava muito bem postada.

No minuto 16, Diego recebeu um lançamento na entrada da área, limpou o marcador e chutou pro gol, Fernández bem posicionado defendeu com segurança. Em outra jogada ensaiada de escanteio, Armenteros cruzou para Silva que chegou livre, mas o meia furou na hora da finalização e a zaga afastou. Aos 21, Armenteros em bela jogada individual, limpou o marcador e de fora da área encheu o pé para fazer o segundo do Osasuna e ampliar o placar para os Rojillos. 

Atlético melhora, mas quem marca é o Osasuna 

Aos 26, David Villa divide com dois marcadores na entrada da área, a bola sobrou para Diego Costa que chutou a esquerda de Fernández. Gabi cobrou falta para área, ninguém tocou nela e ela passou perto da trave, levando perigo ao gol de Fernández. Em seguida, Filipe Luis cruzou pra área mas a zaga colocou para escanteio, na cobrança de Gabi, Diego Costa tentou cabecear mas foi marcada a falta sobre o goleiro.

David Villa, que estava sumido, recebeu um ótimo passe mas foi pego em posição irregular. Aos 42 minutos, Damia fez jogada individual pela esquerda e cruzou na medida para Roberto Torres cabecear e aumentar o placar para os Rojillos. Após o terceiro gol, o Osasuna ficou tocando a bola no meio campo, até que o árbitro pois fim na primeira etapa. 

Osasuna mantém a pressão

Na volta para a segunda etapa, ambos técnicos mexem nas equipes. Pelo Osasuna, Oier entrou no lugar Bertran, que sentiu um desconforto muscular; e pelo Atlético, Simeone tirou Mario Suárez - que já tinha cartão amarelo - e colocou Koke, para ter mais criatividade no meio campo. Os Rojillos continuaram pressionando os Colchoneros no campo de ataque, enquanto tocavam a bola sem conseguir sair pro jogo. A primeira oportunidade só veio aos dez minutos, Filipe Luis cruzou pra área mas a zaga afastou, aos 12, novamente após cruzamento de Filipe Luis, Arribas teta afastar mas cabeceia pra trás, manda a bola para escanteio. Em busca do gol, Simeone colocou o turco Arda Turan no lugar do brasileiro Diego Ribas. 

Raúl García entra e melhora o jogo dos Colchoneros 

Raúl García, que jogou no Osasuna, e colocado no jogo no lugar de David Villa por Simeone, arranca aplausos da torcida. Aos 19 minutos, Silva fez falta em Arda, na cobrança de Koke a zaga afastou o perigo. Em seguida, Cejudo viu Courtois adiantado e tentou surpreendê-lo, mas a bola passou longe do gol Colchonero. Depois foi a vez de Arda Turan chutar de fora, mas a finalização do meia parou na defesa dos Rojillos.

Aos 25, quase o Osasuna ampliou, Roberto Torres recebeu na entrada da área e bateu colocado, a bola passou perto da trave de Courtois. Cejudo recebeu dentro da área, após não conseguir dominar de primeira, puxou pra direita e chutou forte para acertar a rede pelo lado de fora.

Aos 30 minutos, quase o Atlético abriu o placar, Koke em um belo cruzamento, achou Raúl García libre na área, mas o meia não pegou bem na bola que passou a direita de Fernández. Pouco após, Juanfran driblou o marcador e chutou forte para a defesa de Fernández. Raúl García recebeu na área, mas ao tentar driblar Fernández, o jogador perdeu a bola, que ficou com o goleiro. Aos 38, ótima jogada individual de Diego Costa, o atacante encontra espaço no meio de três marcadores e chuta forte pro gol, a bola passou rente a trave. Gracia para tentar manter o resultado, colocou Flaño e Raoul Loé no jogo, sacando Loties e Cejudo. 

Atlético tenta um gol no fim, mas o placar se mantém

No minuto 43, Raúl García tocou para Diego Costa dentro da área, o atacante mesmo marcado conseguiu tocar para Koke, o meia finalizou de primeira mas Fernández novamente defendeu com segurança. No lance seguinte, Juanfran cruzou, a zaga do Osasuna se atrapalhou e jogou contra o próprio gol, porém a bola passou por cima da meta de Fernández. Na cobrança do escanteio, Alderweireld subiu mais que a zaga, mas cabeceou por cima do gol. Após repor a bola em jogo, o juiz apitou o fim da partida. 

VAVEL Logo