Pirlo confirma que deixará seleção da Itália após a Copa do Mundo

A Copa do Mundo de 2014 no Brasil será a última chance de ver Andrea Pirlo vestindo a camisa da Itália. Nesta quarta-feira (11), o meio-campista confirmou que deixará a Azzurra quando a competição terminar.

O jogador, que renovou o contrato com a Juventus por duas temporadas, espera cumprir o seu acordo com o clube italiano antes de se aposentar do futebol. “Estou muito contente. Vou seguir por dois anos e o presidente me deu a oportunidade de continuar nesta aventura”, afirmou Pirlo.

Com 35 anos, o meia acredita que a Copa no Brasil é o momento certo para aposentar-se da camisa italiana, para dar oportunidade aos jogadores mais jovens. “Penso em terminar aqui no Brasil. Tenho uma certa idade e é preciso dar espaço para outros. É inútil continuar. Se é necessário, não tem problema. Mas se eu sou convocado e não jogo, me irrito, então é melhor ficar em casa”, disse.

Pirlo disputará o seu quarto Mundial - também jogou as edições de 2002, 2006 e 2010. Em 2006, na Alemanha, conquistou o título. Ao todo, o jogador entrou em campo 110 vezes pela Itália, sendo o quinto que mais vestiu a camisa do selecionado nacional, e marcou 13 gols.

O veterano negou que a seleção seja dependente dele, e também comentou que seus companheiros devem tomar cuidado com a Inglaterra, adversária da estreia. “É um grande time, melhorou muito, tem jovens com grande velocidade e habilidade. Contra Inglaterra são sempre bons jogos porque temos maneiras totalmente diferentes de jogar”, explicou.

“Nós dependemos da equipe. Precisamos da contribuição de todos. Cada jogador tem que fazer o seu papel, como em 2006. Não é suficiente apenas um jogador, mas é preciso ter força para todos”, completou.

Itália e Inglaterra estreiam no Mundial neste sábado, às 19h (de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus. Uruguai e Costa Rica completam o Grupo D.

VAVEL Logo