Em busca da semifinal, Messi terá o antigo algoz Courtois pela frente

Decisivo, o argentino Lionel Messi anda fazendo uma grande Copa do Mundo. O atleta do Barcelona marcou quatro gols na primeira fase da competição e, no jogo contra a Suíça, nas oitavas de final, deu uma assistência para Di María marcar o gol que colocou os hermanos na próxima fase.

Porém, para o confronto deste sábado, que vai definir um dos semifinalistas do mundial, o craque argentino terá que vencer um altigo algoz. No outro lado do campo, defendendo a meta da Bélgica, estará o jovem goleiro Thibaut Courtois, que jogando pelo o Atlético de Madrid, conseguiu parar Messi em diversas oportunidades na última temporada. Em seis encontros na temporada 2013/2014, Messi não conseguiu vencer Courtois -- e também não marcou nenhum gol.  Foram dois encontros na Supercopa da Espanha, dois a La Liga e mais dois na Uefa Champions League.

Em toda sua carreira, Messi já marcou 20 gols contra o Atlético. Apenas dois deles, no entanto, foram contra o goleiro belga: em 2012, na goleada de 4 a 1, pelo returno da La Liga. Todos os confrontos depois terminaram em empate ou vitória dos colchoneros: um 1 a 1 e um 0 a 0 pela Supercopa (o gol do primeiro jogo foi marcado por Neymar), um 1 a 1 e uma vitória por 1 a 0 na Uefa Champions League (Novamente Neymar marcou o gol culé), e dois empates no campeonato espanhol: 0 a 0 na Catalunha e um 1 a 1 em Madrid, gol de Alexis Sanchez, que garantiu ao Atleti o título da La Liga da última temporada.

Já na Copa do Mundo, Coutois só sofreu dois gols: um em cobrança de pênalti de Ferghouli, na estreia contra a Argélia, e outro de Julian Green, na prorrogação contra os Estados Unidos. Enquanto isso, Messi marcou quatro dos sete gols hermanos, tendo dado assistência para o último deles. 

Apesar de ter sofrido apenas dois gols, Courtois sabe que a Bélgica está mexendo com o forte ataque da Argentina, que há 28 anos, na Copa do Mundo de 1986, eliminou os Diabos Vermelhos na semifinal."É claro que ficará bastante complicado para gente se o Messi tiver inspirado. Mas nós encontramos um equilíbrio para poder irritar a seleção da Argentina", disse Courtois.

Os belgas vão poder contar com um tabu: a Bélgica nunca foi derrotada com Courtois no gol. São 21 jogos, 15 vitórias e seis empates. Certamente, a Argentina terá que contar com Lionel Messi inspirado para marcar gol neste sábado (5), às 13h, no Mané Garrincha. 

VAVEL Logo