Guia VAVEL do Mundial de Clubes 2016: Kashima Antlers
(Imagem: Hugo Alves/VAVEL Brasil)

O atual detentor do título do Campeonato Japonês chega ao Mundial de Clubes para tentar surpreender os gigantes. Na edição de 2016, o Kashima Antlers tentará passar pelos grandes e buscar seu lugar entre os primeiros do torneio.

A vida do Kashima Antlers não será nada fácil. Longe de ser favorito entre os clubes menos conhecidos, a equipe terá que juntar sorte e talento para pensar em chegar mais longe no Mundial.

A vaga

O time japonês conquistou a vaga para o Mundial ao ser campeão da J1 League, campeonato nacional do Japão. O Kashima Antlers perdeu o primeiro jogo da grande final em casa por 1 a 0 para o Urawa Reds, mas venceu por 2 a 1 no estádio adversário e levou a taça.

O craque

Mu Kanazaki é o cara do Kashima Antlers. Em 2016, Kanazaki teve 33 jogos e 13 gols marcados no campeonato nacional, se tornando o artilheiro do time. Além disso, o jogador foi, sem dúvidas, um dos principais na conquista do título. Além de marcar mais vezes, o centroavante teve mais assistências (13) e mais gols decisivos (5).

O atacante, que está no clube desde 2015, passou por Oita Trinita e Nagoya Grampus no Japão antes de se aventurar na Europa. Em 2012, Kanazaki chegou ao Nuremberg, da Alemanha, e após uma temporada foi para o Portimonense, de Portugal, ficando por lá por três anos.

(Foto: The Asahi Shimbun/Getty Images)
(Foto: The Asahi Shimbun/Getty Images)

Fique de olho

Fabrício dos Santos Messias, ou apenas Fabrício, é um dos brasileiros que passaram pelo Kashimira Antlers. O meio-campista chegou no clube japonês por empréstimo em 2016 e, com 14 jogos e três gols, fez parte do elenco campeão nacional.

Fabrício teve passagem por Corinthians e Campinas na base, passando por Capivariano, Ituano, Juventude e Botafogo no profissional. Sem espaço no Brasil, o jogador foi para o Portimonense, de Portugal e, após um ano no Hangzhou Greentown, da China, voltou ao time português e ficou até o fim de 2015.

Treinador

Masatada Ishii conhece o Kashimira Antlers melhor do que muitos. Como auxiliar desde 2012, o treinador foi jogador da equipe de 1991 a 1997 e começou seu caminho na nova função justamente no clube japonês. Em 2015, Ishii acabou efetivado no cargo de técnico principal e conquistou a Copa da Liga Japonesa logo em seu primeiro ano. Ele também estava à frente da equipe no título do campeonato nacional.

Histórico no Mundial

Essa é a primeira participação do Kashima Antlers em sua história. Pela regra, o país sede conquista uma vaga com o campeão nacional. Desta forma, a equipe conseguiu seu lugar no Mundial e tentará fazer uma boa campanha e representar bem o Japão.

(Foto: Divulgação/J1 League)
(Foto: Divulgação/J1 League)
VAVEL Logo