Voo do Milan é adiado e dirigente cogita não disputar Supercopa Italiana contra Juventus
Foto: Divulgação/Milan

O avião que levaria a delegação do Milan para Doha, capital do Catar, local onde será realizada a Supercopa Italiana entre o clube de Milão e a Juventus, sofreu problemas técnicos, nesta terça-feira (20), e não decolou de seu lugar de origem, em Londres, na Inglaterra. Com isso, o voo foi adiado para esta quarta-feira (21).

Organizadora do torneio, a Lega Serie A autorizou, de acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, que o Milan chegue ao Catar depois do prazo previsto. A delegação rossonera aterrissaria em Doha faltando apenas dois dias para a decisão, já que a Supercopa Italiana está marcada para sexta-feira (23).

Vice-presidente do Milan, Adriano Galliani se mostrou irritado com o adiamento do voo. Segundo o dirigente, o elenco da Juventus, cujo chegou à capital do Catar nesta terça-feira (20), será beneficiado porque terá mais tempo para preparar em relação aos rossoneri.

Sofremos um dano esportivo gravíssimo. A Juventus já está lá, treinará em um local com a temperatura vinte graus maior do que nós aqui em Milanello. Nós só chegaremos lá à noite e só poderemos fazer uma atividade na véspera da partida”, alegou Galliani à agência ANSA. De acordo com a mesma agência ANSA, o Milan não viajará a Doha caso o voo sofra um “atraso considerável” nesta quarta-feira.

Juventus e Milan disputarão o título da Supercopa Italiana nesta sexta-feira (23), no Estádio Jassim Bin Hamad, em Doha, Catar, a partir das 14h30 (de Brasília). Todos os ingressos para a partida já estão esgotados.

A Juve foi credenciada à disputa do torneio por ter vencido a Serie A. Já o Milan conseguiu a outra vaga via Copa Itália – a equipe de Milão perdeu a decisão para o clube de Turim, mas como os bianconeri já haviam carimbado a passagem para a Supercopa devido à conquista da Serie A, a segunda vaga ficou com os rossoneri.

VAVEL Logo