Clube chinês afirma que não libera Paulinho, mas Barcelona ainda tem esperanças

Clube chinês afirma que não libera Paulinho, mas Barcelona ainda tem esperanças

Em comunicado oficial, Guangzhou Evergrande revelou que não tem o intuito de liberar o meio-campo brasileiro

LeScoralick
Leandro Fonseca

Depois da chegada de Nelson Semedo, o Barcelona continua com a esperança de que o seu próximo contratado seja o meia Paulinho. Mesmo com a oposição do Guangzhou Evergrande, time do brasileiro, reforçando a ideia de que não irá liberar o jogador, o clube catalão ainda espera que o negócio seja fechado em breve.

Nem mesmo as ameaças feitas pelo Guangzhou – segundo informações publicadas pelo Diario AS - dizendo que planeja processar o Barça junto à Fifa por pressionar Paulinho, desanimaram a diretoria blaugrana com relação à contratação. Eles veem isso como uma forma do clube chinês mostrar força na negociação e valorizar ainda mais o atleta.

Paulinho comemora um de seus gols pela Seleção Brasileira | Foto: Buda Mendes/Getty Images
Paulinho comemora um de seus gols pela Seleção Brasileira | Foto: Buda Mendes/Getty Images

O clube chegou a publicar uma nota oficial a respeito das negociações, dizendo que não irá liberar o jogador: “O Guangzhou Evergrande Football Club permanece resoluto em nosso plano de transferência de Paulinho. Nós nunca o venderemos no meio da temporada”, dizia parte da nota. E não só por estar na metade do campeonato, o clube demonstrou também o valor de Paulinho para equipe: “O clube conquistou metade do objetivo até agora, está fora de questão que deixemos sair um jogador chave”.

Segundo publicou o jornal Mundo Deportivo, o Barcelona teve duas propostas negadas pelo clube, uma de 20 milhões e outra de 25 milhões de euros. As informações são de que a negociação só terá prosseguimento caso chegue aos 40 milhões de euros, valor pedido pelos chineses. Lembrando que a janela de transferência chinesa fecha na próxima sexta-feira (21), mas somente para contratações, os jogadores poderão ainda deixar os seus clubes rumo a outros países.

Paulinho foi contratado pelo Guangzhou - time treinado pelo brasileiro Luís Felipe Scolari – em 2015, junto ao Tottenham. Desde que chegou se tornou um dos principais jogadores do time, tanto que conquistou o seu espaço na Seleção Brasileira. Até agora foram 58 jogos disputados e 16 gols marcados.

VAVEL Logo