Hierro destaca partida de Cristiano Ronaldo, mas afirma: "Não o trocaria por nenhum dos meus"

Hierro destaca partida de Cristiano Ronaldo, mas afirma: "Não o trocaria por nenhum dos meus"

Seleção Espanhola empatou na tarde desta sexta-feira com Portugal por 3 a 3

rbussula
Rodrigo Bussula

O novo treinador da esquadra espanhola, Fernando Hierro, comandou a equipe no empate desta tarde frente a seleção portuguesa em duelo válido pelo grupo B da Copa do Mundo organizada pela Fifa. Com três gols de Cristiano Ronaldo para o lado dos lusitanos e dois de Diego Costa e um de Nacho para os espanhóis, o resultado ficou definido.

O técnico que assumiu o comando da equipe as vésperas da Copa, após Lopetegui ser anunciado no Real Madrid e demitido pela federação espanhola, não teve muito tempo para fazer mudanças no projeto traçado pelo ex-treinador da Roja. Hierro apostou principalmente no jogo coletivo, que já é tradicional na equipe espanhola desde a conquista da Copa em 2010.

O treinador ressaltou o comprometimento do time e o jogo coletivo, e perguntado sobre a atuação mágica de Cristiano Ronaldo pela seleção portuguesa, não titubeou e deu ênfase mais uma vez ao estilo de jogo de seu time.

“Estou muito orgulhoso dos meus. É um garoto extraordinário, mas não o trocaria por nenhum dos meus. Quando tem um jogador como Cristiano, pode passar essas coisas. Quando estávamos bem, o time estava confiante, e em um detalhe, quando tem um craque assim, é uma sorte para quem tenha, sem dúvida nenhuma”, frisou Fernando Hierro.

Diego Costa- atacante do Atlético de Madrid e responsável por dois dos três gols da equipe no jogo- foi pouco citado pelo treinador, e quando perguntado sobre a atuação de seu centroavante foi sucinto e, mais uma vez, ressaltou a participação coletiva da equipe para o sucesso do todo. Além disso foi comentado sobre o "espirito de família" entre os atletas.

“Somos um time. Sabemos que há jogadores que tem melhores dias e outros pior. É humano. Não duvidamos de nossos jogadores. Diego trabalha e todos se ajudam. Ninguém sai da família. Animamos todos a seguir como time, não temos o que duvidar. Pedimos para ser um time. Nesse time ele será importante. Todos, desde o número 1 ao 23, serão importantes. Aqui não duvidamos de ninguém, de nenhum membro da família.” , afirmou o treinador.

VAVEL Logo
    CHAT