Monaco mostra eficiência ao vencer Nantes e assumir vice-liderança da Ligue 1
AS Monaco/Divulgação

Octacampeão e atual líder na tabela da Ligue 1, Monaco derrotou o Nantes por 2 a 1. A partida foi disputada neste domingo (13) pela terceira rodada do Campeonato Francês, no Estádio Louis II, em Monte Carlo. Os gols foram marcados por Diop e Geubbels para o lado mandante, já Ludovic Blas descontou. 

É a primeira derrota do Nantes na competição, com o resultado favorecido pelo confronto do ASSE no último sábado, os monegascos seguem líderes isolados.

O técnico do ASM, Nico Kovac, armou seu sistema em um 4-3-3. O goleiro polonês de apenas 20 anos, Radolaw  Majescki, substituiu Benjamin Lacomte, em quarentena obrigatória após ser infectado. infectado pela Covid-19. Já, o tradicional técnico francês Christian Gourcuff, pai do ex-craque do Bordeaux, Yoann Gourcuff, armou sua equipa em 4-2-3-1. 

Monaco cede empate e alcança a virada

O jogo começou em ritmo alucinante. Em apenas cinco minutos de bola rolando, Gelson para Aguilar, dirigiu um cruzamento para Sofiane Diop, que crucificou Lafont e abriu o placar. O Nantes correu atrás do prejuízo e saiu desesperado em frente ao adversário. Aos 20 minutos, um lance confuso. Ludovic Blas ultrapassou dois defensores monegascos e achou Randal Kolou Muani livre na esquerda, o jogador se infiltrou e chutou alto do ângulo esquerdo de Majescki. No entanto, o lance foi anulado pelo VAR pelo centroavante estar em posição irregular. 

Aos 25 minutos do primeiro tempo, o jogo foi paralisado por conta da alta temperatura no principado. Os termômetros registraram no momento 31°, efeitos do pleno verão europeu. Três minutos após a volta da parada, Cesc Fàbregas deu um lançamento perfeito para o novo contratado, Kevin Volland, o alemão dominou, contudo, chutou mal, exigindo a defesa do arqueiro rival. 

O Nantes continuou melhor, com Bamba, explorando a desorganização da defesa, o meio de campo recuperava os perigos ficando apenas em distribuir passes de bola sem eficácia em direção à baliza. O Mônaco continuava com pressão e no último minuto deu sufoco aos visitantes, mas o goleiro prodígio Alban Lafont, emprestado pela Fiorentina e ex-Toulouse, segurou a pressão dos donos da casa. 

Na volta do intervalo, Kalou continuou como atacante e teve um lance nos 48, mas a zaga o desarmou.  Aos 60, Dennis Apiah deu um passe açucarado para o camisa 10, Blas chutou cruzado no ângulo direito do guarda-redes. Durante seis minutos o ASM caiu para a oitava colocação, no entanto, a virada conquistada logo depois do curto período, os colocou novamente no topo. 

Em contra-ataque fatal, Henry Onyekuru que entrara no intervalo no lugar de Volland, recebeu passe magistral e lançou pela esquerda, ao ver Willem Geubbels sair livre pela direita, deu passe magistral para ele. O camisa 12 recebeu a bola e deu uma cavadinha na saída do goleiro. O gol fez bem e Onyekuru começou a dançar e bordar em cima do sistema defensivo dos canários. Fábregas e Ben Yedder também eram outros que ameaçavam os rivais constantemente.  

O espanhol vencedor do mundo em 2010, Fabregas, teve a melhor partida da temporada, em 89 minutos em campo acertou uma precisão de 83% de passes. O Monaco seguiu superior, aproveitando a velocidade de Aguilar, Onyekuru e o oportunismo do italiano Pietro Pellegri. Um placar que poderia ter sido alargado para três ou até quatro gols. No entanto, o brilhantismo da zaga dos canários segurou o placar para se tornar apenas uma magra vitória. 

 

A seguir 

Com o resultado, o AS Monaco chega à liderança provisória do Campeonato Francês, com sete pontos. Os monegascos encaram o Rennes no Roazhon Park, no próximo sábado, 26), às 16h (horário de Brasília). 

Les Canaries caem provisoriamente ao décimo posto, com quatro pontos. O próximo confronto é diante o Saint-Étienne, no próximo domingo (20), ao meio-dia.

VAVEL Logo