Com
um a menos, Inter perde para Empoli e perde chance de
passar o rival Milan na classificação
Foto: Divulgação/Empoli

Campeã da Supercopa da Itália na última semana (18), quando derrotou o rival Milan na grande final, a Internazionale voltou sua atenção o Campeonato Italiano nesta segunda-feira (23). Os nerazzurri receberam o Empoli no Giuseppe Meazza, em confronto válido pela 19ª rodada.

A Inter se prejudicou no jogo ao ter que jogar com um a menos desde o final da primeira etapa e consequentemente saiu derrotada no fim por 1 a 0, com gol anotado por Baldanzi.

Internazionale se complica em jogo difícil

A partida começou com muito estudo entre as equipes em campo: amarrada e sem atratividade nos passes com a bola. Apesar da complicação nos minutos iniciais, o Empoli se soltou aos poucos e criou a iniciativa de se lançar na frente. A Internazionale, por outro lado, se mostrava com dificuldades para avançar.

Aos 13, um lance polêmico: os visitantes receberam a oportunidade de escanteio e, durante a disputa na área, Mkhitaryan subiu o pé e atingiu a cabeça de Caputo, que inclusive gerou sangramento. Mesmo com a gravidade da jogada, o árbitro Antonio Rapuano sequer cogitou de dar pênalti e o VAR não interferiu.

Aos 20, Dimarco respondeu para a Inter e quase inaugurou o marcador. A partir deste momento, os nerazzurri encontraram maneiras de avançar e controlaram o ritmo da partida, além de pressionar mais o adversário.

Com o ritmo de disputa, o jogo se desenhava difícil para a arbitragem administrar. Foram cinco cartões amarelos distribuídos na etapa inicial e a situação se complicou para a Inter com a expulsão de Skriniar aos 40, que recebeu o segundo amarelo depois de levantar o pé para atingir a cabeça de Caputo. O camisa 19 do Empoli, vale destacar, foi o jogador mais atingido pelo oponente no gramado.

Com um jogador a menos no segundo tempo, a Internazionale jogou recuada em seu campo de defesa e o Empoli encontrou maior liberdade para ter o controle da posse de bola, porém sem realmente ameaçar a meta contrária.

O time visitante somente mudou o rumo do jogo com a entrada de Baldanzi na vaga de Cambiaghi aos 64, pois dois minutos depois, o Empoli puxou contra-ataque e o meio-campista recebeu o passe de Bajrami para soltar a pancada em direção ao gol de Onana, que não impediu a bola de entrar na rede.

Se a substituição surtiu efeito para um lado, também surtiu efeito do outro. O técnico Simone Inzaghi mexeu na Inter e a entrada de Dzeko no lugar de Darmian foi importante para a mudança de postura dos mandantes no confronto. Aos 74, o bósnio, assim que ganhou pela primeira vez a redonda na grande área, bateu de primeira e quase empatou o placar, assustando o goleiro Vicario. Aos 76, o centroavante surpreendeu novamente ao cabecear a bola na trave após cobrança de escanteio.

Por fim, mesmo com o time de Milão ofensivo na reta final, pressionando com muita vontade o oponente, não foi suficiente para evitar a segunda derrota da equipe em casa no campeonato. Por outro lado, o Empoli, com muita luta, resistiu o máximo para não deixar escapar os três pontos longe de seus domínios.

Classificação e próximos compromissos

A Inter, com o revés, perdeu a chance de roubar a vice-liderança do rival Milan e permanece na terceira colocação, com 37 pontos. O próximo jogo, que deve ser o de recuperação, será diante do Cremonese no sábado (28), fora de casa, às 14h.

O Empoli, com a vitória, se encontra na nona posição, com 25 pontos. Na próxima rodada, o adversário da vez será o Torino no sábado (28), em seu estádio, no Carlo Castellani, às 11h.

VAVEL Logo