Sem dificuldade, Espanha bate Turquia com dois de Morata e se classifica na Euro

Espanhóis fazem três, vencem com facilidade e avançam às oitavas de finais

Sem dificuldade, Espanha bate Turquia com dois de Morata e se classifica na Euro
Foto: Alex Livesey/Getty Images
Espanha
3 0
Turquia
Espanha: De Gea; Juanfran, Piqué, Ramos e Alba (Azpilicueta, Min. 81); Busquets, Fabregas (Koke, Min. 71) e Iniesta; Silva (Bruno Soriano, Min. 64), Nolito e Morata. técnico: Vicente Del Bosque
Turquia: Babacan; Gonul, Topal, Balta e Erkin; Tufan, Inan (Malli, Min. 70) e Ozyakup (Sahan, Min. 62); Çalhanoglu (Sahin, intervalo) e Turan; Yilmaz. técnico: Fatih Terim
Placar: 1-0, Morata, Min. 34; 2-0, Nolito, Min. 37; 2-0, Morata, Min. 48
ÁRBITRO: Milorad Mažić (SER); cartões amarelos: Ramos (Min. 1), Yilmaz (Min. 9), Tufan (Min. 40)
INCIDENCIAS: partida válida pela segunda rodada do grupo D da Eurocopa 2016, realizada no estádio Allianz Riviera, em Nice, França

Nesta sexta-feira (17), Espanha Turquia duelaram pela segunda rodada do Grupo D da Eurocopa 2016. Com uma atuação boa e sem fazer grandes esforços, os espanhóis não deram chances aos turcos e venceram por 3 a 0, com dois de Morata e um de Nolito.

Com este resultado, a Espanha garantiu classificação para as oitavas de finais da competição. Na última rodada, a Fúria terá pela frente a Croácia, vice-colocada com quatro pontos, na próxima terça-feira (21), às 16h. A Turquia perdeu a segunda e não tem mais chances de classificação. Também na terça e às 16h, os turcos se despedem da competição contra a República Tcheca, que ainda têm chances de classificação, mesmo que remotas.

Dois gols em três minutos e Fúria na frente

Como esperado, a Espanha teve o domínio das ações do confronto no início, trocando muito mais passes e chegando com perigo. A primeira chance veio aos 5', quando Morata ganhou dividida no meio, finalizou e Babacan caiu para fazer a defesa. Minutos depois, Alba foi acionado pela esquerda, cruzou por baixo, Balta chegou na disputa no carrinho com Morata e quase mandou para o próprio gol. A bola tocou na trave e foi pela linha de fundo.

Depois de um início bem intenso da Fúria, a Turquia conseguiu equilibrar as ações do confronto, defendendo melhor e conseguindo sair em velocidade nos contra-ataques. O primeiro arremate turco saiu aos 26', quando Çalhanoglu cobrou falta da esquerda e a bola passou perto do travessão de De Gea. Dois minutos depois, foi a vez de Nolito quase marcar para a Espanha, quando o meia do Celta de Vigo chutou colocado de fora da área e a bola passou tirando tinta da trave de Babacan.

Só que após tanto pressionar em busca do gol, os espanhóis foram recompensados e de maneira dupla. Aos 34', Nolito recebeu na esquerda de Alba, levantou a cabeça e cruzou na cabeça de Morata, que cabeceou para marcar o primeiro gol do confronto: 1 a 0 Espanha. Três minutos depois, saiu o segundo gol, quando Fàbregas tentou passe alto, Topal cortou mal, cabeceando para trás, e a bola sobrou limpa para Nolito, que escorregou, mas conseguiu finalizar no canto de Babacan e dar números finais à primeira etapa em Nice: 2 a 0 Espanha.

Morata marca de novo e garante triunfo e vaga na segunda fase para a Espanha

O segundo tempo mal começou em Nice e a Espanha balançou as redes mais uma vez, e de uma maneira "tradicional" do futebol espanhol. Aos 3', Iniesta recebeu com muito espaço no meio, acertou belo passe em profundidade para Alba, que recebeu livre dentro da área e apenas rolou para Morata, que mandou para o fundo do gol, marcando seu segundo tento na partida e o terceiro espanhol: 3 a 0 Espanha.

Sem ter nada a perder, os turcos foi para cima dos espanhóis. Aos 6', Burak Yilmaz recebeu passe, avançou, cortou para o meio driblando a marcação de Piqué, mas na hora de finalizar, pegou muito mal na bola e mandou por cima do gol de De Gea. Em uma jogada parecida, só que de David Silva, o espanhol também errou a finalização.

A Espanha seguia pressionando em busca de aumentar a vantagem, enquanto os turcos queriam, pelo menos, diminuir o fraca atuação. Aos 22', após troca de passes no meio, Bruno Soriano recebeu na direita, cortou para o meio e arriscou, mas Babacan mandou para escanteio. E na última chance do jogo, Sahan ficou cara a cara com De Gea, primeiro teve o chute bloqueado por Azpilicueta e depois mandou para fora. Fim de papo em Nice.