Pato marca, mas não evita derrota do Villarreal em casa e Monaco sai na frente na pré-Champions

Brasileiro marca na sua estreia oficial, mas não evita complicado revés diante da equipe do Principado

Pato marca, mas não evita derrota do Villarreal em casa e Monaco sai na frente na pré-Champions
Foto: Jose Jordan/AFP/Getty Images
Villarreal
1 2
Monaco
Villarreal: Asenjo; Gaspar, Musacchio, N'Diaye e Jose Angel; Trigueros, Bruno Soriano, Samu Castillejo e Roberto Soriano; Santos Borré (Mario González, Min. 76) e Pato. técnico: Fran Escribá
Monaco: Subasic; Raggi, Glik, Jemerson e Mendy; Bakayoko, Fabinho, Dirar, Lemar e Bernardo Silva (João Moutinho, Min. 81); Germain (Carrillo, Min. 69). técnico: Leonardo Jardim
Placar: 0-1, Fabinho, Min. 3; 1-1, Pato, Min. 36; 1-2, Bernardo Silva, Min. 71
ÁRBITRO: Felix Brych (ALE); cartões amarelos: N'Diaye (Min. 3), Lemar (Min. 6), Mendy (Min. 86), João Moutinho (Min. 90); cartões vermelhos: Mendy (Min. 86)
INCIDENCIAS: jogo de ida dos playoffs da uefa champions league 2016/17, realizada no estádio el madrigal, em villarreal, espanha

Nesta quarta-feira (17), Villarreal Monaco duelaram pelo jogo de ida dos playoffs da Uefa Champions League 2016/17, no El Madrigal, em Villarreal. Usando bem os contra-ataques, os franceses surpreenderam e venceram por 2 a 1, com gols do brasileiro Fabinho e do português Bernardo SilvaAlexandre Pato marcou para o Submarino Amarelo, mas não conseguiu evitar a derrota em sua estreia oficial.

O jogo de volta ocorrerá já na próxima terça-feira (23) no Stade Louis II. Os espanhóis precisam vencer por dois gols de diferença ou por mais gols que o Monaco marcou para se classificar, enquanto os franceses podem até perder por 1 a 0 que avançam.

Antes disso, ambas as equipes entram em campo pelos seus campeonatos nacionais. O Villarreal estreia no Campeonato Espanhol 2016/17 no próximo sábado (20), às 15h15, quando visita o Granada. Também no sábado, só que às 15h, o Monaco visita o Nantes pela segunda rodada da Ligue 1.

Monaco abre cedo o placar, mas Pato deixa tudo igual

O começo de jogo foi eletrizante no El Madrigal, tanto que logo aos 3', N'Diaye falhou ao não usar bem o corpo e deixar a bola sair, Lemar roubou e foi derrubado dentro da área pelo zagueiro/volante do Submarino Amarelo: pênalti para o Monaco. O brasileiro Fabinho bateu com perfeição, deslocando Sergio Asenjo e abriu o placar na Espanha: 1 a 0 Monaco.

Após o gol logo no início, o Villarreal começou a dominar as ações do jogo, ficando muito mais tempo com a bola e chegando com certo perigo, tanto que aos 33', Alexandre Pato recebeu com espaço na entrada da área, finalizou rasteiro e a bola passou raspando a trave de Subasic. Os franceses se fechavam bastante e tentavam assustar nos contra-ataques.

Só que depois de tanto persistir, finalmente o Submarino Amarelo chegou ao gol de empate e com o atleta que estava mais tentando. Aos 36', a bola foi lançada na área do Monaco, ficou pendurada e Santos Borré escorou para o meio da área, onde estava Alexandre Pato, que cabeceou quase na pequena área e empatou o jogo no El Madrigal: 1 a 1. Mais um gol em estreias oficiais para o atacante brasileiro em lance que fechou o primeiro tempo na Espanha.

Bernardo Silva faz belo gol e deixa franceses em ótima situação para o jogo de volta

Diferente da primeira etapa, o segundo tempo começou mais pegado e com vários erros pelos dois lados, principalmente nos passes. O Monaco se defendia bem, fechando bem os espaços e não deixando os donos da casa chegarem com perigo. O 1 a 1 não era um bom resultado para o Submarino Amarelo, que foram com tudo em busca da virada.

O primeiro arremate da segunda etapa aconteceu aos 15', quando Alexandre Pato recebeu na entrada da área pela direita, cortou para o meio e arriscou de canhota, mas a bola foi por cima do gol da equipe francesa. O brasileiro seguia sendo o melhor jogador dos donos da casa na partida, tentando bastante e dando volume de jogo ao Submarino Amarelo.

Porém, o melhor começo de segundo tempo dos espanhóis não surtiu efeito e os franceses aproveitaram. Aos 26', a equipe do Principado puxou contra-ataque pela direita e a bola chegou em Bernardo Silva, que carregou pelo meio, invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado, forte, sem chances para Sergio Asenjo: 2 a 1 Monaco. Resultado surpreendente no El Madrigal.

Sem nada a perder, o Submarino Amarelo se lançou ao ataque nos minutos finais de confronto. A melhor chance veio já nos minutos finais do jogo, quando Bruno Soriano achou muito bem Mario Gaspar na área, o lateral dominou e soltou a bomba, mas Subasic espalmou e garantiu um grande triunfo para os comandados de Leonardo Jarim na Espanha: 2 a 1.