Depay marca, mas Lyon vacila diante do Apollon Limassol e sofre empate no fim

Equipe francesa não conseguiu definir o resultado e tomou empate aos 47 do segundo tempo; Sete brasileiros estiveram nesta partida

Depay marca, mas Lyon vacila diante do Apollon Limassol e sofre empate no fim
Foto: Richard Martin-Roberts/AMA/Getty Images
Apollon Limassol
1 1
Lyon

Em partida válida pelo Grupo E da Uefa Europa League, o Lyon visitou o Apollon Limassol e viu a vitória escapar pelos dedos. Na tarde desta quinta-feira (14), a equipe francesa vencia até os acréscimos da segunda etapa, quando tomou um gol. Memphis Depay abriu o placar, mas Adrián Sardinero igualou o marcador.

O Lyon teve tudo para fazer mais gols e sair com os três pontos do Chipre, mas a equipe não foi efetiva quando devia e tomou o castigo no final. Vários brasileiros estiveram em campo. Pelo lado visitante, os laterais Rafael e Fernando Marçal, e o zagueiro Marcelo. O time cipriota contou com Jander, Alex da Silva e Alef, tendo Allan no banco.

A Atalanta lidera o Grupo E com três pontos, após vencer o Everton por 3 a 0. O Apollon Limassol vai até a Inglaterra na próxima rodada, que acontecerá dia 28 de setembro. O Lyon, por sua vez, receberá o clube italiano. Porém, antes, neste domingo (17), os Gones enfrentarão o Paris Saint-Germain pela sexta rodada da Ligue 1.

Durante o primeiro tempo, o jogo teve algumas poucas chances. O Lyon quase abriu o placar com o atacante Mariano Díaz. Após cruzamento de Rafael, o camisa 9 cabeceou com perigo ao lado da trave. A resposta do Lyon veio com Alex da Silva, que cobrou falta no ângulo e obrigou Anthony Lopes a fazer grande defesa. Os visitantes assustaram novamente com Mariano, desta vez o goleiro pegou o arremate de fora da área.

O segundo tempo foi mais movimentado. Aos sete minutos, Jander colocou a mão na bola e o árbitro apontou a marca da cal, pênalti para o Lyon. Memphis Depay bateu colocado, a meia altura, mas conseguiu mandar no canto e balançar as redes, anotando o primeiro gol da partida. O goleiro acertou o lado, mas não impediu a bola de entrar.

A equipe francesa seguiu pressionando. Fekir achou Memphis na esquerda, o holandês devolveu ao capitão, mas o chute foi por cima da meta. Pouco depois, Mariano Díaz teve outra grande chance ao chutar de canhota, mas parou na boa defesa de Bruno Vale. O segundo gol poderia ter saído dos pés de Depay, mas o goleiro do Apollon fez milagre: falta na meia lua, o camisa 11 bateu com estilo e Bruno Vale voou no ângulo para salvar.

Na reta final, o Limassol foi para o abafa, tentou do jeito que deu. Aos 47 minutos, Fekir perdeu a bola no meio-campo e os mandantes armaram o contra-golpe. Nicolás Martínez recebeu pela esquerda, deu um drible sensacional em cima do brasileiro Marçal e foi à linha de fundo. O argentino avançou livre e cruzou rasteiro, Adrián Sardinero apareceu de trás e chutou, a bola ainda desviou em Marcelo antes de entrar.