André Silva e Çalhanoglu brilham, Milan goleia Austria Viena e começa com tudo na UEL

Atacante e meia desnorteiam austríacos e comandam vitória rossonera na Áustria

André Silva e Çalhanoglu brilham, Milan goleia Austria Viena e começa com tudo na UEL
Dupla participou de quatro dos cinco gols em Viena (Foto: Georg Hochmuth/AFP)
Austria Viena
1 5
Milan
Austria Viena: Hadzikic; Klein, Mohammed, Westermann (Borkovic, min. 42 - Gluhakovic, min. 86), Martschinko; Serbest, Holzhauser; Prokop, Lee (David de Paula, min. 74), Felipe Pires; Monschein. Técnico: Thorsten Fink.
Milan: Donnnarumma; Zapata, Bonucci, Romagnoli (Musacchio, min. 74); Abate, Kessié (Bonaventura, min. 62), Biglia, Çalhanoglu, Antonelli; André Silva, Kalinic (Suso, min. 62). Técnico: Vincenzo Montella.
Placar: 0-1, min. 7, Çalhanoglu. 0-2, min. 10, André Silva. 0-3, min. 20, André Silva. 1-3, min. 47, Borkovic. 1-4, min. 56, André Silva. 1-5, min. 63, Suso.
ÁRBITRO: Serdar Gözübüyük (HOL). Cartões amarelos: Kessié (min. 37), Mohammed (min. 58).
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada do Grupo D da Uefa Europa League, realizada no Ernst-Happel-Stadion, em Viena, Áustria.

Com direito a hat-trick do atacante André Silva, o Milan goleou o Austria Viena por 5 a 1 e largou bem no primeiro jogo da fase de grupos da Uefa Europa League. Outro que teve grande atuação no triunfo milanista, o meia Haka Çalhanoglu marcou um golaço e deu duas assistências para o camisa 9 português. O meia-atacante Suso anotou o último gol rossonero; Alexandar Borkovic descontou para os donos da casa. O jogo ocorreu nesta quinta-feira (14), em Viena.

A partida foi especial para André Silva. Foi a primeira tripletta do gajo por um clube – ele já havia marcado três gols pela seleção de Portugal. Além disso, o jovem de 21 anos quebrou um tabu: desde Kaká, em 2006, que o Milan não tinha um jogador que fizesse um hat-trick numa partida de competição europeia.

O resultado deixa o Milan isolado na liderança do Grupo D. Os italianos têm três pontos. Em segundo lugar vem o AEK Atenas, que derrotou o Rijeda, fora de casa, por 2 a 1, e também soma três pontos. Zerados, AEK Atenas (3º) e Austria Viena (4º) completam a chave.

O Milan voltará a jogar pela Europa League na última quinta-feira (28) de setembro, no San Siro, em Milão. O adversário será o Rijeka, da Croácia. Já o Austria Viena visitará o AEK Atenas, em Atenas, Grécia, no mesmo dia. Ambos os jogos estão marcados para começar às 16h05.

Milan domina e não dá chances ao Austria Viena

Jogando no 3-5-2, o Milan foi superior ao Austria Viena desde o pontapé inicial de jogo. O primeiro gol saiu aos sete minutos. Çalhanoglu tabelou com André Silva e marcou um golaço, soltando um foguete no ângulo esquerdo do goleiro. Logo depois, os papéis se inverteram. Çalhanoglu roubou a bola no campo de ataque e lançou André Silva, que tocou na saída do arqueiro austríaco.

André Silva e Çalhanoglu bagunçaram a defesa do Austria Viena (Foto: Georg Hochmuth/AFP)
André Silva e Çalhanoglu bagunçaram a defesa do Austria Viena (Foto: Georg Hochmuth/AFP)

O Milan não deixou o ritmo cair, e, aos 20 minutos, veio o terceiro – quase que um replay do segundo. Çalhanoglu recebeu no meio-campo, levantou a cabeça e acionou André Silva, que fez 3 a 0. No restante do primeiro tempo, os rossoneri tiraram o pé e cadenciaram a partida. Donnarumma não chegou a fazer defesas difíceis.

O Austria Viena voltou mais ofensivo para a etapa final. Logo no primeiro minuto, Lee fez jogada individual pela esquerda e exigiu boa defesa do goleiro milanista. No escanteio gerado por Donnarumma, os austríacos diminuíram. Holzhauser cobrou no meio da área, e Borkovic testou firme para o fundo das redes.

No entanto, o Milan era amplamente superior aos donos da casa. Então, 56 minutos, Kessié trabalhou bem a bola na intermediária do Austria Viena, percebeu a infiltração de André Silva e tocou para o atacante, que arrematou de canhota. Era o quarto do Milan e o terceiro do camisa 9.

Com o jogo praticamente definido, o técnico do Milan, Vincenzo Montella, aproveitou para colocar os xodós da torcida em campo. Suso e Bonaventura entraram nos lugares de Kalinic e Kessié, respectivamente. E logo em seu primeiro toque na bola, Suso deixou sua marca. O espanhol soltou uma bomba de longa distância, a redonda desviou no meio do caminho e encobriu o goleiro Hadzikic.

Chegando aos acréscimos, Suso quase fez mais um: limpou a jogada na ponta esquerda, levou ao meio e bateu colocado, mas a bola não acertou o gol.

Milan larga bem na fase de grupos da Europa League (Foto: Joe Klamar/AFP)
Milan larga bem na fase de grupos da Europa League (Foto: Joe Klamar/AFP)