Eriksen marca segundo gol mais rápido da PL e Tottenham vence United sem dificuldades

Com 11 segundos, tento só perde para um de Ledley na história dos gols mais rápidos do certame; Red Devils, com revés, veem City disparar novamente na liderança

Eriksen marca segundo gol mais rápido da PL e Tottenham vence United sem dificuldades
Foto: Julian Finney / Getty Images
Tottenham Hotspur
2 0
Manchester United
Tottenham Hotspur: Lloris, Trippier, Sanchez, Vertonghen, Davies, Dier, Dembele (Wanyama 90+1'), Son (Lamela 80'), Eriksen, Alli (Sissoko 88'), Kane.
Manchester United: De Gea, Jones, Young, Valencia, Smalling, Matic, Pogba (Mata 63'), Lingard (Fellaini 63' (Herrera 70')), Lukaku, Martial, Sánchez.
Placar: 1-0, min. 1, Eriksen. 2-0, min. 28, Jones (GC).
ÁRBITRO: Andre Marriner. Amarelos: Dembele 13', Jones 38', Young 73' e Alli 85'.
INCIDENCIAS: partida válida pela 25ª rodada da premier league, realizado no wembley, em londres, inglaterra.

Desde 2012 que o Manchester United não vence o Tottenham jogando em Londres. Essa marca continuou na noite desta quarta-feira (31), quando as duas equipes se enfrentaram pela 25ª rodada da Premier League 2017/18, em Wembley. Ao fim do jogo, os gols de Christian Eriksen – o segundo mais rápido da história da competição e o mais ligeiro que os Red Devils sofreram no certame – e o contra de Phil Jones garantiram a vitória para os londrinos. 

A vitória dos anfitriões os mantém na quinta posição, mas agora com 48 pontos, a dois do quarto colocado, Chelsea, e do terceiro, Liverpool. O triunfo também faz pular para seis a diferença para os rivais Arsenal. Já os visitantes permanecem em segundo, com os mesmos 53 pontos e vê o rival Manchester City terminar a rodada com 15 pontos de vantagem novamente.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana, quando o Tottenham irá visitar o Liverpool, no domingo (4), às 14h30, enquanto que o time vermelho de Manchester joga no sábado, às 13h, frente o Huddersfield Town, em casa. Ambos horários o de Brasília.

Eriksen faz gol em 11 segundos, Tottenham pressiona e domina o primeiro tempo

Os donos da casa começaram com a bola, no centro do campo. Isso, porém, não impediu que a equipe de Pochettino se jogasse no ataque já nos primeiros segundos. E, em lançamento vindo do lado defensivo, a bola acabou sendo rebatida na área e sobrou para Eriksen, que só tirou de De Gea para abrir o placar com apenas 11 segundos de jogo em Wembley. 

A resposta dos visitantes veio instantaneamente. Subiram as linhas e pressionaram o Tottenham no campo de ataque, mas o perigo maior que teve foi em uma bola tocada por Pogba para Lingard dentro da área. Mas o inglês não conseguiu a finalização em cima de Lloris. Aos 11 minutos, Alli recebeu bola dentro da área e atentou o chute, mas a bola explodiu na marcação e saiu em escanteio. 

Passado alguns minutos, os anfitriões não se cansaram de chegar em mais algum tento. Dessa vez, pela direita, um cruzamento rasteiro foi feito para o centro da área, buscando Kane que chegava por lá e Son também. Phil Jones, que tentou tirar de perna direita, acabou mandando para dentro do gol, marcando um gol contra e chegando ao que seria o segundo gol dos Spurs no jogo.

Depois daí, os donos da casa continuaram com uma linha alta, tentando fazer com que o adversário chegasse ao erro para que pudessem roubar a bola e chegar em mais gols. O United, por sua vez, não conseguiu quebrar de maneira eficiente essa barreira que os donos da casa montaram. 

Tottenham segura o placar e vence United em Wembley

No segundo tempo, o Tottenham baixou as linhas e deu a bola mais ao adversário, que passou a tentar comandar a partida, visando encontrar jogadas eficientes para buscar a igualdade. Essas características deixaram o contra-ataque à mercê dos donos da casa, que tentaram aproveitar sempre que tivessem a oportunidade, mas nenhuma acabou se promovendo, embora muitas delas tivessem sido procurando Kane. 

A primeira grande oportunidade na etapa final veio com Lukaku, que recebeu a bola dentro da área, ajeitou para a perna esquerda e bateu com força no primeiro posre, obrigando Lloris a cair e defender a redonda. Quando o relógio marcava 20 minutos, Eriksen experimentou de fora da área, com força, mas o esférico saiu pela direita de De Gea. No minuto seguinte, Davies fez o mesmo, mas o goleiro espanhol agora fez a defesa fácil. 

No decorrer do resto do segundo tempo, as equipes apresentaram o mesmo futebol. O Tottenham mudou sua estratégia e passou a dominar a bola no campo de ataque, tentando matar o tempo. Já o United, parecia que apenas esperava o veredito final, para poder ir para casa e se preparar para o próximo jogo. Assim foi até o fim, sem grandes novas oportunidades ou gol para qualquer dos lados.