Muricy se preocupa com vaias para Alexandre Pato: "Ele precisa ser bem-vindo"
Muricy orientando os jogadores na vitória sobre o Paulista (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Na vitória sobre 2 a 0 contra o Paulista, na última quinta-feira (6), a torcida organizada do São Paulo críticou a cotratação do atacante Alexandre Pato e isso preocupa o técnico Muricy Ramalho. O treinador disse que o jogador precisava ter um ambiente favorável para conseguir corresponder às expectativas. 

"O ideal seria a aceitação de todos, entender que estamos qualificando o elenco. Ele vem do rival, mas é um jogador de futebol. Estamos fazendo o melhor pelo o São Paulo. Tentamos não contratar de monte, isso não ressolve nada. Espero que eles (torcedores) ajudem", afirmou Muricy.

LEIA MAIS: Com protesto da torcida contra Pato, São Paulo vence Paulista no Morumbi

Os gritos de protestos começaram no segundo tempo, e o alvo foram direcionados principalmente para a diretoria. Logo depois xingaram o atacante, e mais tarde gritavam os nomes de Luis Fabiano e Rogério Ceni. 

"Esse é um problema que temos de entender. O jogador precisa ser bem-vindo. É complicado ele não se sentir bem. Vamos ver durante esse tempo. O Pato é um profissional como qualquer outro que temos aqui. Todo mundo é bem recebido aqui. Nosso ambiente é assim, o futebol é assim", ressaltou 

Muricy não esperava a contratação de Pato, pois o São Paulo olhava atentamente só para o mercado internacional. "Foi uma surpresa para todos nós, porque um jogador desse nível é difícil achar que alguém possa fazer negócio. Estávamos procurando um segundo atacante ou um atacante, mas não esperávamos. Foi uma surpresa", disse o comandante são-paulino.

VAVEL Logo