Enfrentando dificuldades, Flu não garante chegada de zagueiro para o Carioca
(Foto: Divulgação/Coritiba FC)

Ainda tentando reforçar a defesa, o Fluminense encontra dificuldades e é possível que não contrate ninguém para o setor durante o Estadual. Segundo o vice de futebol, Ricardo Tenório, o clube encontra dificuldades no mercado para o setor, um dos mais criticados desde o ano passado. No dia 20 de fevereiro acaba o prazo de inscrição de atletas no estadual, mas Tenório adota cautela em relação ao assunto.

"Estamos trabalhando, só que não acontece na velocidade que a torcida deseja ou que nós desejamos. Vamos fazer o possível. O mercado é inflacionado de uma forma geral, a realidade dos clubes é parecida. A gente sabe do prazo, mas dentro do que for possível vamos fazer. O Carioca é um pequeno Brasileiro, estamos na metade dele. A gente entende que precisa fazer, estamos tentando. Se for possível, faremos dentro desse prazo para que a gente possa reforçar o elenco", explicou.

O Fluminense tem apenas quatro zagueiros para a posição, sendo que Leandro Euzébio foi barrado pelo técnico Renato Gaucho que sequer o relaciona, e que já pediu reforços há um tempo.

"Não estamos procurando em função de A, B ou C ter deficiência. Temos quatro no elenco, quatro ótimos zagueiros. Temos que reforçar, sim. A gente tem o Carioca, Copa do Brasil e Brasileiro. Temos a necessidade de colocar essa reposição que a gente tinha e foi embora" - disse Tenório, referindo-se à venda de Digão e dispensa de Anderson.

O zagueiro Leandro Almeida é um dos nomes que seguem na lista de possíveis reforços para a zaga tricolor. Observado há mais de um mês, o zagueiro que defende o Coritiba, não descarta uma negociação. Mas, no momento, as conversas não avançaram.

VAVEL Logo